sábado, 10 de dezembro de 2016 • Edição N° 6.165

cdb1

Assine o Correio do Brasil

ad

ad

Opinião

Por que o golpe se despedaça na sarjeta como um bêbado trôpego, sem que ninguém consiga recolocá-lo de pé

Um golpe que cai

Por Saul Leblon - Falta ao bêbado golpista algo que não se improvisa quando um ciclo de crescimento de uma nação se esgota e outro pede para ser construído

Direto da Redação

No Rio de Janeiro, assaltos são coisas integadas no cotidiano

Não. Desde Cabral!

Por Maria Lúcia Dahl - Pois hoje, saio pra ir ao banco só com algumas moedas e um senhor, bem vestido, meio chorando, desesperado, chega perto de mim e conta que um cara levou tudo o que era dele,

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados