Ofensa de Bolsonaro repercute na ONU

Por Rui Martins – Acontecimento inédito na história da Organização das Nações Unidas, provocou surpresa e espanto, ao se saber, na ONU, que o presidente brasileiro Jair Bolsonaro tinha ofendido a ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet, Alta Comissária de Direitos Humanos, e defendido o ditador Pinochet.

Continue lendo

Filme português ganha em Locarno

Por Rui Martins – Não havia dúvida, Vitalina Varela, o novo longa-metragem do realizador português Pedro Costa, era o grande favorita na competição internacional do Festival Internacional de Cinema de Locarno.

Continue lendo

Festival de Locarno dá um tabefe em Bolsonaro

Por Rui Martins – O prêmio de melhor interpretação ao índio Regis Myrupu, no filme A Febre de Maya Da-Rhin, pelo Festival Internacional de Cinema de Locarno, é justo e merecido, porém, é também um tabefe na política brasileira do presidente Bolsonaro.

Continue lendo

Locarno – Filme islandês faz aceno ao Natal

Por Rui Martins, do Festival Internacional de Cinema de Locarno – Brasileiro nem consegue pensar num país frio como a Islândia, mas ele existe e é independente: uma grande ilha principal com pequenas ilhas próximas e uma população de 330 mil habitantes. Tem uma indústria cinematográfica e o filme Bergmal ou Eco está despretensiosamente na competição internacional, concorrendo com A Febre.

Continue lendo

Locarno, Ancine e o diálogo impossível

Por Rui Martins – Começa nesta quarta-feira o Festival Internacional de Cinema de Locarno, onde o Brasil está sempre presente, desde a época do Cinema Novo. Este ano, as notícias sobre os planos de criação de um filtro ou pré-censura na Ancine já deram a volta ao mundo, e geram inquietação.

Continue lendo