Locarno – Filme islandês faz aceno ao Natal

Por Rui Martins, do Festival Internacional de Cinema de Locarno – Brasileiro nem consegue pensar num país frio como a Islândia, mas ele existe e é independente: uma grande ilha principal com pequenas ilhas próximas e uma população de 330 mil habitantes. Tem uma indústria cinematográfica e o filme Bergmal ou Eco está despretensiosamente na competição internacional, concorrendo com A Febre.

Continue lendo

Locarno, Ancine e o diálogo impossível

Por Rui Martins – Começa nesta quarta-feira o Festival Internacional de Cinema de Locarno, onde o Brasil está sempre presente, desde a época do Cinema Novo. Este ano, as notícias sobre os planos de criação de um filtro ou pré-censura na Ancine já deram a volta ao mundo, e geram inquietação.

Continue lendo

Civilização quer evitar a destruição da floresta amazônica

Por Celso Lungaretti – O jornalista Daniel Buarque, no blog Brasilianismo, alerta que importantes publicações do exterior já trazem discussões sobre o que os países civilizados poderão fazer para evitar que o desatinado Governo Bolsonaro continue dando liberdade de ação para o agronegócio destruir a floresta amazônica.

Continue lendo

O grande inquisidor e o manuscrito interceptado

Era uma vez um grande inquisidor, que montou uma implacável força-tarefa de caçadores de bruxas e a todas mandava para o cárcere, as torturas e, finalmente, a fogueira. Uma delas, em meio a sofrimentos inenarráveis, delatou uma satanista que o grande inquisidor conhecia de vista.

Continue lendo

PT toma carona nas manifestações contra Bolsonaro

Por Celso Lungaretti – Não está certo. O PT pegou carona no movimento contra a destruição da Educação, que professores e estudantes ergueram sozinhos, beneficiados pelo fato de que a maioria das pessoas de bem preza o ensino e reprova os excessos extremistas dos ministros.

Continue lendo

O governo Bolsonaro está acabado

Por Ulisses Capozzoli – Para quem pode decifrar uma metáfora, a mensagem vista quinta-feira, nas ruas de São Paulo, foi clara como o sol do meio-dia: o governo de cinco meses de Jair Bolsonaro está acabado.

Continue lendo