Os comunistas e os “companheiros de viagem inseguros”

Lenin, personagem central da História russa, deixa um legado para as esquerdas brasileiras

Lenin tinha até mesmo uma expressão para definir esses passageiros de jornada curta: eram os “companheiros de viagem inseguros”. Mas o fato é que o partido segue seu rumo até a estação final, qual seja, a sociedade sem classes, a sociedade sem propriedade privada, a sociedade sem Estado.

Continue lendo

Tudo muda, até o Galo da Madrugada

Por Luciano Siqueira – É o imponente Galo da Madrugada, símbolo do imenso bloco de rua que reúne uma infinidade de trios elétricos e algumas centenas de milhares de foliões, no sábado de Momo, no Recife.

Continue lendo

Eleição 2020: desincompatibilização do dirigente sindical

Por Antônio Augusto de Queiroz -“Em atenção às várias consultas sobre a necessidade ou não de afastamento do dirigente sindical para concorrer ao pleito municipal, resolvemos escrever este artigo para esclarecer o tema, que é controverso em face da recente mudança havida na forma de financiamento das entidades sindicais.”

Continue lendo

Há duas décadas, o Correio do Brasil sempre e cada vez mais Humanista

Por Gilberto de Souza – É esta sensibilidade do jornal para a relevância dos fatos que garante o direito à informação aos leitores, um número cada vez maior de pessoas que tenta se desprender das amarras de uma teia global de rádios, jornais, revistas e, mais do que nunca, blogs e sites estabelecidos para avalizar o sistema de injustiças e opressão em que vivemos.

Continue lendo

A cultura incomoda?

Cultura é além do que se vê ou se toca, mas o que se é

Por Jandira Feghali – Para a líder da Minoria na Câmara dos Deputados, o governo Bolsonaro, de base ideológica autoritária, a liberdade incomoda, e muito, seus atrasos, seus recalques, suas miopias de mundo e abstinências.

Continue lendo

Responsabilidades maiores

Por João Guilherme Vargas Netto – “Deve-se ressaltar também que a diminuição do número de negociações coletivas desde a deforma trabalhista impõe aos trabalhadores e aos sindicatos pesadas perdas.”

Continue lendo

A China pode crescer mais?

Por Elias Jabbour – Tornou-se lugar comum atribuir a nova fase de “baixo” crescimento chinês como um “novo normal”. Mas a China cresceu, pelo menos, o dobro da média mundial e dos Estados Unidos, ao menos seis vezes mais que a Alemanha e sete vezes em comparação com o Brasil.

Continue lendo

Mortes nas ruas

Por Jaime Sautchuk – “Os investimentos na modernização dos sistemas de transportes públicos são escassos e os coletivos têm que disputar espaços nas ruas com o automóvel particular, utilitários e outros veículos. “

Continue lendo

Meio século de fracassos

Por Paulo Kliass – “As informações divulgadas pela Oxfam, por si só, já seriam suficientes para caracterizar o título desse artigo. Isso porque ao longo dos 50 anos de existência e atuação do chamado “fórum dos ricos” a situação da pobreza e da desigualdade não avançaram um milímetro sequer.”

Continue lendo