Advogado de Bolsonaro nega que tenha escondido Queiroz em seu sítio

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sábado, 20 de junho de 2020 as 15:19, por: CdB

O advogado disse também a jornalistas, neste sábado, que não abrigou Queiroz por 1 ano, embora não tenha conseguido explicar a presença do ex-assessor na casa onde foi encontrado e promovia churrascos, entre outras atividades.

Por Redação – de Brasília

Dono do sítio em Atibaia (SP) onde foi preso Fabrício Queiroz, ex-assessor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seu primogênito, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), o advogado Frederick Wassef teve 48 horas para estruturar um pronunciamento à opinião pública quanto à sua participação no escândalo que ameaça os mandatos de seus principais clientes. Neste sábado, Wassef negou que tenha trocado mensagens com Queiroz disse, ainda, que não é o “Anjo” citado na investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro.

O advogado Wassef nega que seja o 'anjo' que tenha escondido Queiroz por mais de um ano em seu sítio
O advogado Wassef nega que seja o ‘anjo’ que tenha escondido Queiroz por mais de um ano em seu sítio

O advogado disse também a jornalistas, neste sábado, que não abrigou Queiroz por 1 ano, embora não tenha conseguido explicar a presença do ex-assessor na casa onde foi encontrado e promovia churrascos, entre outras atividades. Diante da declaração pública, a polícia vai apurar a veracidade dos argumentos, com o acompanhamento da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), segundo apurou a reportagem do Correio do Brasil.

Wassef também negou que tenha mantido contatos com a família do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro.

— Não escondi ninguém — desconversou.

Malote

Segundo Wassef, ele seria vítima de “uma armação” para incriminar o presidente Jair Bolsonaro, de quem se considera amigo. O advogado foi constituído pelo senador Flávio Bolsonaro, no caso das ‘rachadinhas’, e também atua como advogado informal de Jair Bolsonaro.

Ainda segundo o advogado, o escritório dele estava em obras e, nas palavras dele, plantaram um malote lá.

— Estão me atribuindo coisas que não fiz — resumiu, sem explicar a que malote especificamente se referia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *