Assalto frustrado em Botafogo deixa cinco feridos, inclusive o assaltante

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018 as 14:58, por: CdB

A Polícia Militar não demorou a chegar, da mesma forma que muitos curiosos. Uma sequencia de dois disparos, seguidos de outros três, todos de grosso calibre, deixaram outras quatro pessoas feridas.

 
Por Redação – do Rio de Janeiro

Um assaltante foi ferido no momento em que abordava uma vitima, na galeria de número 172 da Rua Álvaro Rodrigues, em Botafogo, Zona Sul da Cidade. Testemunhas viram o momento em que um segurança particular, contratado por comerciantes locais, acertou o suspeito.

A Polícia Militar não demorou a chegar, da mesma forma que muitos curiosos. Uma sequencia de dois disparos, seguidos de outros três, todos de grosso calibre, deixaram outras quatro pessoas feridas. A PM alega que uma carabina utilizada por um dos policiais que atuava na ocorrência, disparou acidentalmente. Assessoria de imprensa da corporação, que relatou o acontecimento, não explicou, porém, em se a arma estava defeituosa.

Um assaltante foi ferido no momento em que abordava uma vitima, na galeria de número 172 da Rua Álvaro Rodrigues, em Botafogo

A PM informou, ainda, que o comandante do 2º BPM (Botafogo), tenente-coronel Leonardo de Miranda Queiroz determinou a instauração de um Inquérito Policial Militar (IPM) para investigar o que aconteceu. O caso foi registrado na 10ª DP. Todas as vítimas foram levadas para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Ate o fechamento dessa reportagem, os médicos ainda não haviam liberado um boletim sobre o estado de saude do assaltante e das vítimas.

Estado crítico

Aos policiais, testemunhas disseram que o assaltante chegou ao local junto com um cúmplice, em uma motocicleta. Sua primeira tentativa foi a de desarmar o vigilante. Nesse momento, foi atingido por um disparo efetuado por outro segurança. O local, segundo depoimentos, era visado pelos assaltantes desde o carnaval. Eles foram vistos na mesma moto, com placa a placa encoberta.

Uma testemunha relatou à PM que o estado de saúde do assaltante era critico. A galeria ficou fechada por cerca de uma hora, depois reaberta por volta das 12h.

— Parte do local permanece interditado, porque há várias capsulas de balas no chão — concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *