Ataque suicida triplo deixa mortos na Nigéria

Arquivado em: África, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 17 de junho de 2019 as 10:53, por: CdB

O grupo Boko Haram e uma dissidência do Estado Islâmico realizam ataques frequentes contra civis e militares de Borno e já tiraram centenas de milhares de vidas, além de provocarem o deslocamento de milhões de pessoas.

Por Redação, com Reuters – de Londres

Ao menos 30 pessoas morreram em um ataque suicida triplo em Borno, Estado do nordeste da Nigéria, disseram autoridades de emergência nesta segunda-feira, no maior massacre causado por homens-bomba neste ano no país.

Forças de segurança da Nigéria em local de ataque em Maiduguri

Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque de imediato.

O grupo Boko Haram e uma dissidência do Estado Islâmico realizam ataques frequentes contra civis e militares de Borno e já tiraram centenas de milhares de vidas, além de provocarem o deslocamento de milhões de pessoas.

– No domingo, perto das 20h, foi relatado que houve uma explosão muito alta em Konduga. Ao chegar ao local do incidente, descobrimos que havia muitas baixas. De fato, o saldo de mortes foi de mais de 30, e o de feridos de mais de 42”, disse uma autoridade do serviço de emergência à agência inglesa de notícias Reuters.

Os militares

Os militares não responderam a um pedido de comentário.Mais cedo, o chefe do vilarejo, Bulama Kalli, disse que três homens-bomba participaram do ataque, visando um local em que moradores haviam se reunido para assistir a uma partida de futebol em um telão.

A maioria dos mortos já foi enterrada, e vários sobreviventes ainda estão hospitalizados em Maiguduri, disse Kalli.O Boko Haram vê o futebol, que muitos nigerianos assistem bebendo cerveja, como anti-islâmico e a demonstração cabal da influência ocidental corruptora.

O governo da Nigéria diz que o Boko Haram e o rival Província do Estado Islâmico na África Ocidental foram essencialmente derrotados, mas estes continuam a realizar ataques contra alvos civis e militares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *