Atirador abre fogo contra fiéis e deixa rastro de mortes em missa

Arquivado em: Brasil, Manchete, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 11 de dezembro de 2018 as 15:06, por: CdB

O ataque ocorreu pouco depois do meio-dia desta terça em pleno Centro de Campinas, no momento em que era celebrada uma movimentada missa.

Por Redação, com agências de notícias – de São Paulo

Um homem armado, identificado como Euler Gandolfo, natural de Valinhos (SP), de 49 anos, invadiu nesta terça-feira a catedral metropolitana de Campinas, interior de São Paulo, matou quatro pessoas e cometeu suicídio, informou a assessoria de imprensa do corpo de bombeiros.

De acordo com os bombeiros, quatro pessoas também ficaram feridas no ataque ocorrido durante uma missa na catedral.

– Ainda não se sabe o motivo ou se o homem tinha algum alvo –  disse um assessor dos bombeiros à agência inglesa de notícias Reuters.

Suspeito atirou contra fiéis dentro de igreja na região central

O atirador estava sentado dentro da catedral em silêncio quando, de repente, levantou e atirou contra os fiéis, disse uma testemunha.

Segundo uma funcionária da catedral, Terezinha Pereira dos Reis, os tiros ocorreram após o fim de uma missa. “Estava saindo apara almoçar e escutei muitos tiros”, disse a servidora. “O pessoal estava cantando e algumas pessoas ainda estavam dentro da catedral”, afirma.

O ataque ocorreu pouco depois do meio-dia desta terça em pleno Centro de Campinas, no momento em que era celebrada uma movimentada missa.

– Não sabemos o motivo. Ele não disse nada. Não sabemos quem é – afirmou o major Paulo Monteiro, oficial do Corpo de Bombeiros que trabalha no resgate das vítimas.

Das vítimas, quatro eram homens e uma mulher, e nenhuma foi identificada.

Entre os feridos está uma mulher de 65 anos com ferimentos de bala na região cervical e outra de 40 anos com lesões em um braço, mas, segundo os bombeiros, todos estão em condição estável.

Testemunhas que estavam nos arredores da Catedral disseram ter escutado entre 20 e 30 disparos em poucos minutos e antes de ver uma multidão correndo para fugir do templo.

Bombeiros estiveram no local atendendo as vítimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *