Dólar supera R$ 4 em um dia após decisão do Supremo

O dia foi marcado pela desconfiança no cenário doméstico, com os investidores preocupados sobre o impacto da decisão do STF

O dólar caminhava para a terceira sessão consecutiva de alta contra o real nesta sexta-feira, superando o patamar de R$ 4,10, em dia marcado pela desconfiança política após a decisão do STF de derrubar a possibilidade de prisão depois de condenação em segunda instância, com incertezas renovadas sobre um acordo entre Estados Unidos e China no exterior.

Continue lendo

Bolsonaro diz que não seria presidente sem Moro na Lava Jato

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que não estaria onde está agora se o atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, não tivesse cumprido bem a missão quando era juiz responsável pela operação Lava Jato. Moro foi o responsável por condenar em primeira instância o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que era líder das pesquisas antes de ser proibido de disputar a eleição de 2018.

Continue lendo

PIB 2017 passa de 1% para 1,3%, indica IBGE

O Produto Interno Bruto do Brasil (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) cresceu 1,3% em 2017, anunciou nesta sexta-feira, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), após uma análise mais detalhada sobre o movimento da economia naquele ano, que interrompeu a recessão de 2015 e 2016.Com a consolidação, o crescimento da economia naquele ano passou de 1% para 1,3%, totalizando R$ 6,583 trilhões.

Continue lendo

Lula: deputada diz que defesa entrou com pedido de liberdade

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ingressou com pedido de liberdade imediata do petista nesta sexta-feira, anunciou a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), após o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubar na véspera a prisão depois de condenação em segunda instância.

Continue lendo

Indicador mostra dificuldade de recuperação do mercado de trabalho

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) registrou queda em outubro, a seu menor nível desde maio deste ano, sinalizando a dificuldade de recuperação do mercado de trabalho, informou nesta sexta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV). O IAEmp, que antecipa os rumos do mercado de trabalho no Brasil, caiu 1,3 ponto em relação a setembro, chegando a 85,8 pontos. O indicador ficou abaixo da média histórica do período iniciado em junho de 2008, de 86,9 pontos, disse a FGV.

Continue lendo

Ministro alemão nega existência de recessão real

Ministro alemão vê uma política financeira muito expansionista e o maior investimento público de todos os tempos

A Alemanha não está perto de uma recessão real, mas está passando por um período de crescimento mais lento, disse o ministro das Finanças, Olaf Scholz, em entrevista à Euronews, acrescentando que a resolução das tensões comerciais, “criadas pelo homem”, ajudaria a impulsionar a economia.

Continue lendo

Petrobras não venderá fatia em Búzios, afirma diretor

A Petrobras não tem a intenção de realizar um “farm-out” no bloco de Búzios, ou venda de fatia no ativo, disse o diretor-executivo de Exploração e Produção da companhia, Carlos Alberto Pereira de Oliveira, durante teleconferência com investidores para comentar os movimentos da petroleira nos leilões do pré-sal desta semana.

Continue lendo

Decreto permite plantio de cana-de-açúcar na Amazônia

O decreto do presidente Jair Bolsonaro que permite a expansão do plantio de cana de açúcar sobre a Amazônia, Pantanal e a bacia do Alto Paraguai, na mesma região, colocará em risco esses biomas, prejudicará a soberania nacional e degradará o meio ambiente, além de dar ensejo a um desastre ambiental.

Continue lendo

Petrobras e chinesa CNODC levam o bloco Aram

Um consórcio da Petrobras com a chinesa CNODC arrematou nesta quinta-feira o bloco Aram, na Bacia de Santos, com bônus de assinatura fixo de R$ 5,05 bilhões, durante a 6ª Rodada de licitação de áreas do pré-sal sob regime de partilha, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Continue lendo