Bandeira do Sol Nascente é reerguida por tropa de assalto do Japão

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 7 de abril de 2018 as 16:29, por: CdB

Tal passo, por parte do Japão, torna-se controverso, pois, de acordo com a Constituição adotada após a II Guerra Mundial, o país desistiu de manter “forças terrestres, marítimas ou aéreas”; com capacidade ofensiva.

 

Por Redação, com agências internacionais – de Tóquio

 

A Brigada de Instalação Rápida das Forças Anfíbias, primeira tropa de ataque instalada no Japão após a derrota para as tropas aliadas, na II Guerra Mundial, reergueu a bandeira do regime de terror que dominou a Ásia; em meados do século XX. A tropa conta com 2,1 mil efetivos. No futuro, se planeja que este número seja aumentado para 3 mil soldados.

A cerimônia solene de instalação do primeiro destacamento de tropas anfíbias das Forças de Autodefesa do Japão aconteceu neste sábado; na ilha de Kyushu
A cerimônia solene de instalação do primeiro destacamento de tropas anfíbias das Forças de Autodefesa do Japão aconteceu neste sábado; na ilha de Kyushu

Os objetivos do novo destacamento incluem a vigilância das ilhas distantes no mar da China Oriental; inclusive as ilhas Senkaku (conhecidas na China como Diaoyu). Este arquipélago tem sido objeto de uma longa disputa territorial entre Tóquio e Pequim. Além disso, não se descarta que, no futuro; as operações venham a contar com 52 veículos anfíbios e 17 convertiplanos Osprey CV-22.

Promessa rompida

Tal passo por parte de Tóquio pode ser visto como controverso. De acordo com a Constituição adotada após a II Guerra Mundial, o país se comprometeu a nunca manter “forças terrestres, marítimas ou aéreas”; com capacidade ofensiva. O ato ameaça, frontalmente, o governo chinês de Xi Jinping.

Havia, ainda, a promessa de “abdicar para sempre da guerra como um direito soberano de uma nação e a ameaça ou uso da força como medida de resolução de disputas internacionais”.

Durante a II Grande Guerra, os japoneses ocuparam a Península da Coreia e uma extensa faixa de território chinês. No período da invasão, segundo as Nações Unidas, foram cometidos crimes de guerra. O conflito foi encerrado por duas bombas atômicas, lançadas de uma aeronave norte-americana, sobre as cidades de Hiroshima e Nagasaki.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *