Bélgica investiga ataque em Liège como terrorismo

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 29 de maio de 2018 as 14:35, por: CdB

O rei Philippe da Bélgica e o primeiro-ministro belga, Charles Michel, se deslocaram nesta terça-feira até Liège para acompanhar de perto a investigação

Por Redação, com EFE e ABr – de Liège:

A Promotoria Federal da Bélgica investiga como suposto caso de terrorismo o tiroteio que deixou em Liège três mortos e dois feridos, confirmaram fontes do Ministério Público ao jornal La Libre Belgique.

A Promotoria Federal da Bélgica investiga como suposto caso de terrorismo o tiroteio que deixou em Liège três mortos e dois feridos

Segundo esse mesmo jornal, o agressor gritou “Alá é grande” durante o ataque com arma de fogo.

Fontes policiais confirmaram à Agência EFE que o agressor foi morto pelas forças de segurança após o tiroteio.

O rei Philippe da Bélgica e o primeiro-ministro belga, Charles Michel; se deslocaram nesta terça-feira até Liège para acompanhar de perto a investigação e dar apoio às vítimas do tiroteio ocorrido nesta manhã na cidade.

O rei e o primeiro-ministro visitaram a delegacia central da cidade acompanhados do ministro do Interior, Khan Jambon; e do ministro de justiça, Koen Geens, para se reunir com o promotor Philippe Dulieu e a governadora interina de Liège; Catherine Delcourt, assim como outros representantes da cidade.

Ataque

Além disso, segundo fontes da delegacia, os representantes políticos e o rei belga tiveram a oportunidade de visitar os dois policiais feridos no tiroteio desta manhã.

O tiroteio aconteceu por volta das 10h30 local (5h30, em Brasília); quando um homem esfaqueou dois policiais e iniciou um tiroteio ao lado de um instituto, deixando três vítimas mortais e dois feridos.

Liberdade condicional

A polícia da Bélgica já identificou o homem que matou três pessoas e depois foi atingido durante suposto ataque terrorista; na avenida central de d’Avroy, em Liège, na Bélgica. Ele era belga, 36 anos, e estava em liberdade condicional por tráfico de drogas. Há relatos que ele gritou “Alá é grande” antes de atirar.

As vítimas do tiroteio são dois policiais e o passageiro de um carro. Há, ainda, informações sobre dois agentes feridos. Liège é a maior cidade da região da Valônia, de língua francesa, na Bélgica.

Nos últimos anos, a Bélgica sofreu uma série de ataques terroristas, principalmente por parte dos recrutas do Daesh; um grupo terrorista Takfiri que recrutas jovens para que atuem no Iraque e na Síria.

A Bélgica está em alerta máximo desde que uma célula do Daesh; sediada em Bruxelas, promoveu ataques em Paris, em 2015, provocando 130 mortes em uma noite. Há relatos que a célula do Daesh atuou também nos ataques em Bruxelas; um ano depois, matando 32 pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *