Bill Gates se alia a Tóquio 2020 por desenvolvimento sustentável global

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 9 de novembro de 2018 as 13:24, por: CdB

A Fundação Bill & Melinda Gates e a Agência de Esportes do Japão estabeleceram o programa “Nossos Objetivos Globais”, que começará em 2019 e levará atletas internacionais a colaborar com ONGs de todo o mundo pelo desenvolvimento.

Por Redação, com EFE – de Tóquio

O empresário norte-americano Bill Gates fez nesta sexta-feira um pedido para que se invista de forma generosa em prol de um desenvolvimento sustentável global e da continuação de quebras de recordes sociais, na apresentação de um novo projeto da sua fundação com o comitê organizador dos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio.

O empresário norte-americano Bill Gates

– Os países desenvolvidos devem continuar investindo generosamente, de fato, inclusive mais generosamente do que atualmente para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para combater a pobreza e as doenças – disse o cofundador da Microsoft durante o evento realizado na capital japonesa.

A Fundação Bill & Melinda Gates e a Agência de Esportes do Japão estabeleceram o programa “Nossos Objetivos Globais”, que começará em 2019 e levará atletas internacionais a colaborar com ONGs de todo o mundo pelo desenvolvimento.

– O mundo não continuará melhorando por si só, é preciso inovação e ativismo, e pessoas e instituições para fazer esse trabalho – disse Gates, que vai colaborar com financiamento e experiência através de sua fundação.

O americano falou da necessidade de perseverar para conseguir objetivos que muitos veem como “inalcançáveis” e deu como exemplo os corredores de maratona, que sempre tentam ser mais velozes. “Às vezes não estamos conscientes do que podemos fazer até que alguém bata um recorde e mostre que é possível”, destacou.

Mortalidade infantil

Gates lembrou que quando era criança mais da metade da população mundial vivia na pobreza extrema, mas hoje são menos de 10%, e que a mortalidade infantil caiu mais da metade desde 1990, apesar do aumento demográfico, uma mostra da “diferença tangível” que esses projetos proporcionam.

– Os olhos do mundo estarão voltados para Tóquio à medida que os Jogos Olímpicos se aproximem, e estou entusiasmado por estarem usando esta oportunidade para conscientizar e ser embaixadores para um mundo melhor – destacou.

Tóquio 2020 vem levantando a bandeira da sustentabilidade e, entre outras iniciativas, fabricará as medalhas usando metais reciclados e a Praça Olímpica com madeira de todo o país, que será posteriormente devolvida e usada em outras construções, como lembrou o presidente do comitê organizador, Yoshiro Mori, presente no ato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *