Blindados da PM danificam casas em comunidade do Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 3 de setembro de 2019 as 11:27, por: CdB

Moradores fecharam a rua Edgard Werneck e a estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes, que cruzam a Cidade de Deus, em protesto contra a ação da polícia.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Viaturas blindadas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio de Janeiro se chocaram nesta terça-feira com casas na localidade de Rocinha 2, na comunidade da Cidade de Deus, na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. No incidente, moradias foram danificadas.

Blindados da PM danificam casas em favela do Rio

Depois disso, moradores fecharam a rua Edgard Werneck e a estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes, que cruzam a Cidade de Deus, em protesto contra a ação da polícia. A manifestação provocou congestionamentos em várias vias da região.

De acordo com a Polícia Militar, policiais faziam uma operação na Cidade de Deus, quando o veículo blindado ficou preso na fiação elétrica. Policiais desceram do carro para soltar o blindado, mas, ao tentar sair do local, o veículo se chocou com algumas casas.

A PM informou que entrará em contato com os moradores e ressarcirá os danos provocados pela operação.

Cocaína

Agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), da Secretaria de Estado de Polícia Civil do Rio de Janeiro, prenderam na madrugada desta terça-feira, Fernando Felisberto dos Reis. Ele estava com uma carga de drogas avaliada em R$ 500 mil.

Fernando foi preso no Arco Metropolitano, no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, quando dirigia um veículo com 40 tabletes de pasta base de cocaína. De acordo com a Polícia Civil, a droga seria levada para o Conjunto de Favelas da Maré, zona norte do Rio.

O titular da DRFA, delegado Alessandro Petralanda, informou que a abordagem foi feita no momento em que equipes da unidade realizavam ação de inteligência e monitoramento de uma organização criminosa de roubadores de veículos do Parque União, também no Complexo da Maré. O delegado acrescentou que a quadrilha rouba os carros, clona os veículos e os troca por drogas no Paraguai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *