Bolsonaro, alvo direto de Lula, chama adversário de ‘canalha’

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sábado, 9 de novembro de 2019 as 15:44, por: CdB

A publicação do presidente, em sua conta no Twitter, foi acompanhada do vídeo do discurso que deu na véspera, no qual disse que o fato de o ministro da Justiça, Sergio Moro, ter cumprido bem sua missão como juiz permitiu que ele chegasse à Presidência.

 

Por Redação – de Brasília

 

O presidente Jair Bolsonaro deu neste sábado a primeira declaração sobre a soltura, na véspera, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Sem citar o petista, nominalmente, pediu aos seus apoiadores que não dêem “munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa”.

Durante campanha presidencial Jair Bolsonaro acusou a China de querer comprar o Brasil
Jair Bolsonaro assumiu que Lula é o seu principal adversário

A publicação do presidente, em sua conta no Twitter, foi acompanhada do vídeo do discurso que deu na véspera, no qual disse que o fato de o ministro da Justiça, Sergio Moro, ter cumprido bem sua missão como juiz permitiu que ele chegasse à Presidência.

Erros

Quando responsável pelos processos da operação Lava Jato na primeira instância em Curitiba, Moro condenou Lula no caso do tríplex no Guarujá (SP), por conta do qual o petista ficou 580 dias preso.

“Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros. Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa se torna um bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa”, escreveu Bolsonaro na rede social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *