Botafogo empata com o Ceará na última rodada do Brasileirão

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado domingo, 8 de dezembro de 2019 as 18:57, por: CdB

Mais do que isso, a partida, que terminou empatada em 1 a 1, marcou o fim de uma fase no alvinegro de Marechal Hermes, mas não quebrou a escrita, sem vencer o Ceará desde 2014.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

 

O Botafogo entrou em campo neste domingo, pela última vez em 2019, já sabendo que permanecerá na Série A do Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Alberto Valentim enfrentou o Ceará, no Estádio Nilton Santos, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro, de olho no jogo entre o Fluminense e o Corinthians, na capital paulista. Se o time carioca perdesse, o que ficou longe de acontecer, o Glorioso teria a chance de chegar à Copa Sul-Americana. Para isso, no entanto, precisaria vencer o Vozão cearense.

O time comemorou, unido, o gol de Luís Henrique, no primeiro tempo da partida contra o Ceará
O time comemorou, unido, o gol de Luís Henrique, no primeiro tempo da partida contra o Ceará

Mais do que isso, a partida, que terminou empatada em 1 a 1, marcou o fim de uma fase no alvinegro de Marechal Hermes, mas não quebrou a escrita, sem vencer o Ceará desde 2014.
Os confrontos entre o Botafogo e Ceará, nos últimos anos, têm sido marcados por poucos gols.

Clube-empresa

A última vez que o Alvinegro triunfou diante do rival deste domingo, contudo, foi marcada por emoção. Em 2014, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, o Glorioso garantiu a classificação à fase seguinte de forma heróica, com dois gols nos acréscimos – um de Cachito Ramírez e outro de André Bahia -, vencendo por 4 a 3 no Castelão.

Neste ano, porém, um empate já seria suficiente para o Ceará fugir da zona de rebaixamento. Mas a derrota do Cruzeiro para o Palmeiras, em Belo Horizonte, deixou a equipe nordestina respirando mais aliviada. Quanto ao Glorioso, agora é aguardar a transição para o modelo de gestão de clube-empresa, que deverá ocorrer até o início do ano que vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *