sexta-feira, 28 de abril de 2017 • ANO XVII • N° 6.303

11 Comments

  1. 11

    Celso Aguiar

    Brasil não pode criar despesa sem apontar fonte de recurso, diz a presidenta. Está acima a sugestão que qualquer pessoa comum do povo faz. Eliminar o SUPÉRFLUO Pergunta respondida

    O que significa supérfluo?

    Melhor resposta – Escolhida por votação: RESPOSTA:
    Desnecessário.
    ASOV-Aposentado Solte o Verbo!

  2. 10

    Celso Aguiar

    Ainda tem dúvidas quanto a Fonte de Receita? É fácil, elimina os Ministérios e Cargos ALOPRADOS, busca de volta tudo que tem sido afanado até os dias atuais, cobrar os maiores devedores da Previdência, aos que avalizaram os perdões das dívidas em SENTIDO AMPLO, que se cotizem para reaverem a “mão-beijada”. Sobra dinheiro para pagar o que retiraram na covardia dos nossos Benefícios Previdenciários;
    ASOV-Aposentado Solte o Verbo!

  3. 9

    André Noronha

    Chega de impostos nesse país.
    O governo e a politica brasileira já vive estorquido de corrupção e desvio de dinheiro publico.
    e quem paga a conta da corrupção? Nós, classe média.
    Creio que já que o país vive numa politca “populista” do PT que se dia governar para o povo, deveria reduzir impostos e não colocar mais conta deles para pagarmos. E no mais quem paga essa conta é a classe média, pois os “ricos” tramam desviar suas fortunas para outros paraisos, os pobres não pagam nada e ainda ganham “as bolsas”. E nós, idiotas da classe média, pagamos por tudo.
    Pelo amor de Deus, chega de exploração nesse país!

  4. 8

    Cida

    Essa DIL-MÁ está acabando com os serviços públicos com corte de verbas, mas para pagar juros de uma dívida que se tornou impagável e para a corrupção de seus aliados não falta dinheiro. Alguém sabe dizer quando é que o povo vai acordar para essa realidade? Precisamos é está protestando contra mais essa investida da classe Petista.

  5. 7

    adauto dos santos

    Para nosso salario dos bombeiro e policiais pec 300 nao tem dinhero mais para roba dilma tem dinhero aqui na minha familha nos samos em todos 127 voto pt nunca mais pode te certesa. gualquer candidato do pt ou que tive apoinhano o mardito pt nos nao votamias. so se vota pec 300 nos estamos esperto com voceis pt e ceus aliado,guarda isto,,,,,

  6. 6

    Paviukurtu

    Interessante essa!! Agora, decretar o D. 7.507 que obriga os municípios a efetuar pagamentos on line aos credores das contas vinculadas, e que gera taxas de Transf. Eletronica de Dados (TEDs) ao custo de 14,50 em favor dos Bancos Oficiais Federais, por cada empenho pago em saúde, educação e assistência Social que são milhares, pode!!! Isso não é gerar despesas sem indicar a fonte de recursos??? Façam-me um favor.. mais seriedade!

  7. 5

    Valmir Fernandes

    Crédito e Débito são unidades de partida, uma balança igual na economia.
    O que Dilma falou não é nada espetacular, uma frase de gênio, ou um sábio qualquer, na verdade uma baboseira, um mero recado.
    O que ela deveria mesmo “fazer, é cessar a sangria de recursos financeiros nos tres poderes”, bater de frente com a roubalheira nos contratos da administração direta e indireta, acabar com a festança nas mansões de Brasília, inclusive conhecemos muitas que desconecem crise.
    Aí sim, o povão que nela apostou bateria palma e dava mais um pouco de sacrifício além do que já contribui, tipo: ficar mais quatro meses sem receber as cestas básicas; não sei se aguentariam até lá.
    Outra coisa interessante é ela sair do pedestal, jogar o cabelo para trás, tirar a sandalia e passar o lakê, não ficar jogando charme para a velharia do Congresso Nacional.

  8. 4

    Marco Antonio

    A PRESIDENTA DESCOBRIU A AMÉRICA!

  9. 3

    Berla Souza

    Sou contra criar mais imposto. No Brasil, já somos um dos países que tem um dos maiores do mundo.Precisamos, sim redusir todos eles.

  10. 2

    Leandro

    Mais impostos, mais dinheiro para desvio….dinheiro para outras coisas tem, dinheiro para rombos tem, dinheiro para fazer bunitinho para a copa tem, tiram não sei de onde…talves algum dia apareça, mas dinheiro para saúde, educação e segurança não tem…ai tem que criar novos impostos…que conta estranha…não fecha…

  11. 1

    Hildeberto Aquino

    A mesma estória de sempre quando se quer aplicar mais um golpe na sociedade. Mais impostos, achatamento salarial etc. Para a saúde falta dinheiro enquanto para obras megalomaníacas como os estádios de futebol sobra.
    Excelentíssima Presidente, não dê continuidade aos maus costumes herdados de ex governantes. Seja cristalina, sem subterfúgios e aprenda a definir o que realmente é prioridade em um governo. Falta-nos saúde, educação, segurança e extirpar a corrupção impunida instalada nos Poderes . Estas são, irrefutavelmente, as principais revindicações da nossa sociedade. Outras como a necessidades das reformas política, agrária, fiscal etc., também são imprescindíveis para se traçar novos rumos para este País. Estamos saturados de impostos, promessas não cumpridas e artifícios que comprometem a credibilidade do Executivo, por especial. Ainda há tempo para correção de rumo ou naufragaremos por decorrência da inabilidade dos nossos governantes e não merecemos!

Os comentários estão encerrados.

Copyright 2017 - Todos os direitos reservados

%d blogueiros gostam disto: