Chuvas forçam retirada de milhares de pessoas no Japão

Arquivado em: Ásia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 5 de julho de 2018 as 14:10, por: CdB

Cerca de 160 mil pessoas de toda a região foram instruídas a partir, uma vez que meteorologistas alertaram que o nível de precipitação

Por Redação, com Reuters – de Tóquio:

O Japão ordenou nesta quinta-feira a retirada de milhares de moradores dos arredores de sua antiga capital Kyoto depois que chuvas consideradas históricas assolaram a região oeste e mataram um homem, e a previsão é de mais chuvas.

Mulher tira foto do rio Kamo em Kyoto, no Japão

Cerca de 160 mil pessoas de toda a região foram instruídas a partir, uma vez que meteorologistas alertaram que o nível de precipitação, que descreveram como “histórico”, pode se manter até domingo.

– É preciso ter extrema cautela – disse uma autoridade da Agência de Meteorologia do Japão (JMA) em uma coletiva de imprensa, alertando para a possibilidade de deslizamentos de terra e ventos intensos.

Operário

Um operário de 59 anos morreu na região administrativa de Hyogo, no oeste, depois de ser sugado para dentro de um tubo de drenagem, e outros dois ficaram feridos tentando resgatá-lo, informou a emissora nacional NHK.

Ordens de retirada foram emitidas em algumas partes das cercanias de Kyoto, e a agência de notícias Kyodo disse que cerca de 16 mil pessoas foram afetadas. Imagens de TV mostraram o transbordamento do Rio Kamo no centro da cidade.

As chuvas fortes foram provocadas por uma onda de ar úmido do sul e os resquícios de um tufão nesta semana.

Até a noite local desta quinta-feira uma precipitação de cerca de 457 milímetros havia sido registrada em algumas partes da menor das principais ilhas, Shikoku, ao longo dos últimos dois dias, e se prevê mais de 400 milímetros em algumas áreas nas próximas 24 horas.

O tufão Prapiroon subiu pelo Mar do Japão nesta semana e mais tarde diminuiu para uma depressão tropical.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *