Cientistas registram momento exato em que estrela é engolida por um buraco negro

Arquivado em: Destaque do Dia, Energia, Natureza, Últimas Notícias, Universo
Publicado quarta-feira, 14 de outubro de 2020 as 13:12, por: CdB

De acordo com o cientista Thomas Wevers, autor do estudo e bolsista do ESO, em Santiago, o evento foi o mais próximo (ou o menos longínquo) da Terra já registrado: a 215 milhões de anos-luz do nosso planeta.

Por Redação, com agências internacionais – de Londres

Os telescópios do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês, para European Southern Observatory) em Garching, na Alemanha, registraram o momento em que uma estrela foi engolida por um buraco negro supermassivo. A pesquisa com a observação foi publicada no boletim mensal da Real Sociedade Astronômica britânica, que circula nesta semana.

Uma estrela de brilho intenso se dirige para por um buraco negro supermassivo
Uma estrela de brilho intenso se dirige para por um buraco negro supermassivo

De acordo com o cientista Thomas Wevers, autor do estudo e bolsista do ESO, em Santiago, o evento foi o mais próximo (ou o menos longínquo) da Terra já registrado: a 215 milhões de anos-luz do nosso planeta. A destruição da estrela gerou uma quantidade ainda não calculada de energia e a imediata geração intensa da raios X naquela região do Universo.

Ficção científica

O fenômeno conhecido como ‘buraco negro’ é um lugar no espaço onde a gravidade é tão forte que nem a luz consegue escapar da atração pela gravidade. Qualquer objeto, ao entrar em um deles, é esmagado até parecer um espaguete, em decorrência do chamado “evento de ruptura de maré”.

Segundo o pesquisador Matt Nicholl, professor na Universidade de Birmingham, no Reino Unido, e primeiro autor do estudo, “a ideia de um buraco negro ‘sugando’ uma estrela próxima parece saída da ficção científica”.

— Mas é exatamente o que acontece num evento de ruptura de marés — concluiu.

Assista ao vídeo com a representação gráfica do evento observado:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *