Cingapura diz que negócio Uber-Grab teria violado competição

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 30 de março de 2018 as 13:51, por: CdB

A proposta também exige que Uber e Grab não tomem nenhuma ação que possa levar à integração de seus negócios em Cingapura, uma ação que pode representar um grande obstáculo

Por Redação, com Reuters – de Cingapura:

O regulador de concorrência de Cingapura disse que tem bases razoáveis para suspeitar que a competição foi violada pela venda das operações do Uber Technologies no sudeste da Ásia para sua maior rival regional, a Grab.

Um passa pelos escritórios do Uber e da Grab em Cingapura

Em uma medida rara, a Comissão de Competição de Cingapura (CCS) começou uma investigação; sobre o negócio e propôs medidas cautelares que vão exigir; que Uber e Grab mantenham independentes seus sistema de preços anteriores à transação; disse o regulador em comunicado nesta sexta-feira.

A proposta

A proposta também exige que Uber e Grab não tomem nenhuma ação que possa levar à integração de seus negócios em Cingapura; uma ação que pode representar um grande obstáculo para as tentativas da companhia dos EUA; de melhorar sua lucratividade saindo do mercado do Sudeste Asiático; onde registra prejuízos.

É a primeira vez que a comissão determinou medidas imediatas em um negócio no país.

– Para endereçar preocupações dos consumidores; nos comprometemos voluntariamente a manter nossa estrutura de preços; e não vamos elevar a base de tarifas. Esse é um compromisso que estamos preparados a ter com o CCS e o público – disse Lim Kell Jay, chefe da Grab Singapore; em um comunicado à agência inglesa de notícias Reuters.

O Uber não estava imediatamente disponível para comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *