Corbyn rotula planos de Johnson para Brexit de ‘thatcherismo com esteroides’

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 5 de novembro de 2019 as 14:48, por: CdB

O líder trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, acusou o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, nesta terça-feira, de tentar usar a separação da União Europeia para adotar uma enxurrada de medidas à là Margaret Thatcher.

Por Redação, com Reuters – de Londres

O líder trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, acusou o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, nesta terça-feira, de tentar usar a separação da União Europeia para adotar uma enxurrada de medidas à là Margaret Thatcher que abriria caminho a um tipo muito mais extremo de capitalismo de estilo norte-americano.

Líder trabalhista britânico, Jeremy Coryn
Líder trabalhista britânico, Jeremy Coryn

Corbyn, um socialista de 70 anos, está propondo uma deposição do que retrata como uma elite venal liderada pelo conservador Johnson, que ele afirma querer utilizar o Brexit como um cavalo de Troia para transformar o Reino Unido em um paraíso sem regulamentação para o capital global.

Ele evocou a lembrança da falecida premiê Thatcher e disse que Johnson quer firmar um acordo comercial com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que venderia parte do Serviço Nacional de Saúde (NHS).

– O que os conservadores de Boris Johnson querem é se apossar do Brexit para desencadear um Thatcherismo com esteroides – disse Corbyn a apoiadores em Harlow, um subúrbio do nordeste de Londres que votou majoritariamente a favor da desfiliação da UE.

Acordo

– Um voto nos conservadores de Johnson é um voto para trair nosso NHS em uma rendição a Trump  – disse ele aos brados de “não está à venda” da plateia.

A “Dama de Ferro” Thatcher transformou radicalmente a economia britânica, alinhando-a ao livre mercado, mas era odiada por alguns eleitores por esmagar os sindicatos e por privatizar partes da indústria.

Johnson disse várias vezes que o NHS não estará em debate nas conversas comerciais. Um de seus principais ministros, Michael Gove, disse que a afirmação de Corbyn de que farmacêuticas dos EUA podem absorver partes do NHS é “o absurdo mais ridículo que já ouvi em meus 52 anos nesta terra”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *