Coreias não irão desfilar juntas em Paralimpíada de Pyeongchang

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 8 de março de 2018 as 11:39, por: CdB

A delegação norte-coreana para a Paralimpíada disse nesta quinta-feira que “não aceita o fato de que o Dokdo não pode ser marcado devido a questões políticas na Coreia”

Por Redação, com Reuters – de Seul:

Coreia do Sul e Coreia do Norte não irão desfilar juntas na cerimônia de abertura da Paralimpíada de Inverno de Pyeongchang, como fizeram na Olimpíada de Inverno do mês passado, porque não conseguiram chegar a um acordo sobre uma bandeira unificada que apague ilhas envolvidas em disputas com o Japão, disseram autoridades.

Coreia do Sul e Coreia do Norte não irão desfilar juntas na cerimônia de abertura da Paralimpíada de Inverno de Pyeongchang

O Japão reclamou com a Coreia do Sul sobre fãs balançando bandeiras da península coreana; em uma partida amistosa de hóquei no gelo feminino nos Jogos de Inverno entre o time conjunto da Coreia do Norte e da Coreia do Sul e a Suécia.

A bandeira representa um mapa de toda a península coreana, incluindo um grupo de ilhas sob disputa; conhecido como Dokdo em coreano e Takeshima em japonês; localizado no Mar do Japão, que é conhecido pelos coreanos como Mar Leste.

A delegação norte-coreana

A delegação norte-coreana para a Paralimpíada disse nesta quinta-feira; que “não aceita o fato de que o Dokdo não pode ser marcado devido a questões políticas na Coreia”; de acordo com comunicado do Comitê Paralímpico da Coreia.

Em resposta à declaração norte-coreana, o Comitê Paralímpico Internacional disse que as duas Coreias irão desfilar separadamente uma vez que as bandeiras não podem ser alteradas.

As Paralimpíadas de Pyeongchang começam na sexta-feira e irão até o dia 18 de março.

Jogos de Tóquio

O Japão tem dois novos mascotes para amar, agora que dois personagens com visual futurista, orelhas pontudas e estampas quadriculadas foram revelados no mês passado para promover as Olimpíadas e Paralimpíadas de 2020.

Escolhidos por estudantes de todo o país e anunciados em um ginásio repleto de crianças empolgadas em Tóquio; o personagem azul, ainda sem nome, será o mascote da Olimpíada e a versão rosada, inspirada em flores de cerejeira, da Paralimpíada.

– É bastante inovador, gosto do desenho azul quadriculado; e o rosado usa a flor de cerejeira e mostra o Japão tradicional – disse Miyu Kawa, aluna de 12 anos da escola Hoyonomori Gakuen; onde as escolhas foram anunciadas.

– Estes dois são bem diferentes no desenho, mas acho que têm uma unidade entre eles – disse; evocando um tema que se harmoniza com o movimento olímpico.

No ano passado, os organizadores receberam mais de 2 mil propostas do público em uma competição nacional; dentre as quais escolheram três pares de finalistas em dezembro.

O par vencedor, criado pelo designer e ilustrador Ryo Taniguchi; recebeu mais da metade do total de votos e derrotou com facilidade as outras duas duplas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *