Cristiano Ronaldo diz que Juventus é ‘mais família’ que Real Madrid

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 as 13:05, por: CdB

Cristiano deixou o clube espanhol após nove anos, durante os quais marcou 451 gols e conquistou quatro Ligas dos Campeões, para jogar pela Juve. Ele considera que a decisão foi acertada.

Por Redação, com EFE – de Roma

Contratado pela Juventus no meio do ano após nove temporadas defendendo o Real Madrid, Cristiano Ronaldo fez um paralelo entre as duas equipes e revelou que se sente mais à vontade e mais integrado aos companheiros de ‘Velha Senhora’.

Cristiano Ronaldo

– Não é correto mencionar só alguns jogadores da Juventus, mas posso dizer que este é o melhor grupo no qual joguei na minha vida. Aqui somos uma equipe. Em outros lugares, um ou outro se sente maior que os restantes – disse o craque português em entrevista conjunta publicada nesta segunda-feira pelos jornais italianos La Gazzetta dello Sport, Corriere dello Sport e Tuttosport.

– Aqui todos estão unidos, são humildes e querem ganhar. Se (Paulo) Dybala ou (Mario) Mandzukic não marcam, continuam igualmente felizes. Eu gosto, percebo a diferença. No Real, eles também são humildes, mas aqui me parece que são mais. É muito distinto em relação ao Real, aqui o pessoal é mais família  – completou.

Cristiano deixou o clube espanhol após nove anos, durante os quais marcou 451 gols e conquistou quatro Ligas dos Campeões, para jogar pela Juve. Ele considera que a decisão foi acertada.

Tinha várias opções, nunca direi quais. Mas a Juventus é um clube sólido, com muita história. Conhecia o ambiente do Allianz Stadium e notava a sintonia”, destacou.

O camisa 7 ‘bianconero’ encara a nova experiência como mais um desafio na carreira e, perguntado se tem saudade de Lionel Messi, disse que talvez seja o argentino quem sinta sua falta.

– Eu joguei na Inglaterra, na Espanha, em Portugal, na seleção, e ele, por outro lado, continua na Espanha. Talvez seja ele quem precise mais de mim. Para mim, a vida é um desafio, e gosto de fazer as pessoas felizes. Gostaria que Messi viesse para a Itália algum dia. Que faça como eu e aceite o desafio – provocou.

– Mas, se está feliz lá (na Espanha), eu respeito. É um jogador fantástico, um bom menino, mas aqui não me falta nada. Esta é a minha nova vida e estou feliz – ponderou o português.

Cristiano negou que tenha pedido à diretoria da Juventus a contratação de alguns ex-companheiros de Real Madrid, mas admitiu que ficaria feliz em voltar a jogar com o lateral-esquerdo Marcelo.

– Vejo que na imprensa se fala de James Rodríguez, Bale e de Asensio, mas, sendo honesto, agora a Juventus não precisa de outros jogadores. É preciso falar com o presidente. No futuro, não sei. Marcelo é bom, nós abrimos a porta aos bons jogadores e ele é um deles – destacou.

Ainda sobre ex-companheiros, o craque parabenizou o croata Luka Modric, com quem jogou no Real e que neste ano o desbancou na disputa pelo prêmio de melhor do mundo da Fifa e pela Bola de Ouro, da revista “France Football”.

– Eu acho que mereço o prêmio todos os anos. Trabalho para isso. Mas se não venço, não é o fim do mundo. Respeito a decisão. Em campo, dei tudo para ganhá-lo, e os números não mentem. Estou decepcionado, mas a vida continua. Parabenizo Modric, ele mereceu, mas no próximo ano darei tudo para voltar a ganhá-lo – prometeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *