Depois de Ciro Gomes, é Lula quem abre um canal de diálogo à direita

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 19 de novembro de 2019 as 13:24, por: CdB

Embora o DEM integre a base do governo, Jair Bolsonaro não tem uma relação tão amistosa com Maia, que teceu duras críticas a ele ao longo deste ano.

 

Por Redação – de São Paulo

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estariam prestes a agendar uma reunião para falar sobre as conjunturas política e econômica do país. O deputado federal José Guimarães (PT-CE) informou ao parlamentar que o agora principal líder popular do país pretende encontrá-lo. Se ocorrer o encontro, será a primeira conversa de Lula com um político fora do âmbito da esquerda, após sua libertação.

Ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva abre canal de diálogo com setores da direita, na tentativa de bloquear o governo Bolsonaro

Na semana passada, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes reuniu-se com os principais dirigentes da legenda, com objetivo semelhante. Embora o DEM integre a base do governo, Jair Bolsonaro não tem uma relação tão amistosa com Maia, que teceu duras críticas a ele ao longo deste ano e, devido à falta de articulação de Bolsonaro, conduziu a aprovação da reforma da Previdência na Câmara.

Em recente entrevista, por exemplo, no primeiro semestre, antes de a reforma ser aprovada, Maia afirmou que Bolsonaro precisa ter “mais tempo para cuidar da reforma da Previdência e menos tempo” para as redes sociais

— Ele (Bolsonaro) precisa ter um engajamento maior. Ele precisa ter mais tempo pra cuidar da Previdência e menos tempo cuidando do Twitter, porque, se não, a reforma não vai andar — disse Maia.

Também antes da votação do projeto, Maia disse a jornalistas que o fato de o país não ter um governo organizado “atrapalha muito”.

Eleições

Ciro Gomes, na última sexta-feira, confirmou em entrevista ao diário conservador espanhol El País que o PDT e o DEM poderão formar uma aliança com vistas às eleições municipais de 2020 e as gerais de 2022.

— Agora recentemente sentamos e abrimos uma conversa sobre eleições municipais. Muito boa conversa, de profissional (…) Preservadas nossas diferenças, estamos conversando. Conversei com ele (Rodrigo Maia), e com o presidente do DEM, ACM Neto. Com Rodrigo Maia só tenho tido alegrias, ele está fazendo história — disse.

Questionado se Maia pode ser o seu vice na eleição presidencial de 2022, Ciro afirmou que ainda é cedo para especular.

— Meu diálogo com Rodrigo Maia tem dois objetivos: obrigar Bolsonaro a se conter dentro dos limites do Estado de direito e conter danos nas agendas anti-pobre, anti-povo e anti-nacional do Governo. E devo dizer, por justiça, que ele está cumprindo um belo papel — concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *