DER-RJ iniciou reforço de sinalização em três rodovias

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 2 de julho de 2019 as 12:40, por: CdB

As obras de revitalização incluem pintura de faixas (eixo e borda), colocação de tachas refletivas e marcações em alto-relevo. Todas as medidas colaboram para a redução de acidentes.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

Com a finalidade de garantir mais segurança para motoristas e pedestres, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) iniciou, em junho, serviços de revitalização de sinalização horizontal em três importantes rodovias estaduais: RJs 122, 130 e 146. Em março, o mesmo tipo de melhoria já tinha começado a ser feito na RJ-106. Até o fim do ano, outras estradas serão incluídas no pacote.

Até o fim do ano, outras estradas serão incluídas no pacote

As obras de revitalização incluem pintura de faixas (eixo e borda), colocação de tachas refletivas e marcações em alto-relevo. Todas as medidas colaboram para a redução de acidentes.

As tachas refletivas, por exemplo, são pequenas saliências que delimitam as faixas de rolamento. Já as novas marcações em alto-relevo permitem melhor visibilidade para os motoristas em momentos de chuva, além de servirem de alerta quando os veículos se aproximam dos limites laterais da via.

– O DER-RJ tem investido na sinalização horizontal das nossas rodovias devido à necessidade de oferecer, especialmente em horários noturnos, melhores condições para uma direção segura. Para nós, a vida do cidadão está em primeiro lugar – diz o presidente do DER-RJ, Uruan Cintra de Andrade.

Sinalização horizontal

A primeira rodovia a receber as melhorias de sinalização horizontal foi a RJ-106. Conhecida como Rodovia Amaral Peixoto, essa estrada tem 208 quilômetros e liga o município de São Gonçalo a Macaé. Lá, as intervenções começaram em março. Em junho, tiveram início as obras de revitalização na RJ-122 (Guapimirim a Cachoeiras de Macacu); RJ-130 (Teresópolis a Nova Friburgo); e RJ- 146 (Bom Jardim a Santa Maria Madalena).

O diretor de Operação e Monitoramento e Controle de Trânsito do DER-RJ, José Luiz Teixeira da Silva, ressalta que, durante as intervenções, painéis móveis informam, aos motoristas, a presença de equipes trabalhando nas estradas. Segundo ele, a escolha dos trechos para revitalização está seguindo critérios como maior necessidade da sinalização e maior fluxo de veículos por dia.

CEHAB-RJ

A retomada do programa habitacional do estado é tida como uma das prioridades do governo do estado. A Companhia Estadual de Habitação do Rio de Janeiro (CEHAB-RJ), responsável pela execução das ações, recomeçou no início deste mês as obras para conclusão do conjunto Vargem Alegre, localizado no município de Barra do Piraí.

Ao todo o empreendimento contará com 81 casas térreas, das quais 39 já estão prontas. A expectativa é que cerca de 320 pessoas sejam diretamente beneficiadas. Cada unidade irá dispor de quarto, sala, cozinha e banheiro, distribuídos por 31,20m2. Uma moradia, com 41,53m2, será construída para atender pessoa com deficiência (PCD), incluindo acessibilidade e rampa de acesso para cadeirante.

Neste momento a equipe, composta por cerca de 30 homens, está atuando na limpeza do terreno, drenagem e instalações sanitárias. Serão realizadas ainda obras de infraestrutura, englobando urbanização, saneamento e pavimentação de ruas.

Previsto para ser totalmente concluído em junho de 2020, o conjunto Vargem Alegre receberá um investimento total calculado em R$ 4,5 milhões. Para sua retomada estima-se que sejam gerados aproximadamente 30 empregos para a região, de forma direta e indireta.

– Este é apenas o primeiro de muitos empreendimentos que serão retomados no Estado. Estamos focados em dar celeridade a esse processo e vamos intensificar os investimentos. A demanda habitacional é uma das prioridades do Governo, queremos levar dignidade às famílias que aguardam por essas moradias – Juarez Fialho, Secretário de Estado das Cidades.

Engenheiro e presidente da CEHAB-RJ, Ângelo Monteiro Pinto esclarece a função do órgão e a importância dos serviços prestados:

– Não se trata apenas de construir moradias, é uma questão social, que envolve desenvolvimento econômico e resultados no sistema de saúde. Um conjunto habitacional mobiliza uma região, gera empregos, demanda de serviços e uma infinidade de oportunidades.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *