Disque-Cidadania terá atendimento especial a mulheres em situação de violência

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 22 de abril de 2020 as 13:40, por: CdB

Neste período de pandemia do novo coronavírus, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH/RJ) fortaleceu o atendimento remoto na sua rede de proteção social às mulheres em situação de violência.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

Neste período de pandemia do novo coronavírus, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH/RJ) fortaleceu o atendimento remoto na sua rede de proteção social às mulheres em situação de violência. A partir de segunda-feira, o Disque Cidadania e Direitos Humanos (0800 0234567) passa a contar com uma equipe especializada da Subsecretaria de Políticas para Mulheres para atendimento exclusivo a este público.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos fortaleceu o atendimento remoto na sua rede de proteção social às mulheres
A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos fortaleceu o atendimento remoto na sua rede de proteção social às mulheres

– Estamos iniciando uma ‘escuta especializada’ das 10 às 16h, pelo nosso Disque Cidadania e Direitos Humanos, com assistente social ou psicóloga prestando diretamente o primeiro atendimento às mulheres em situação de violência. Nosso objetivo é oferecer a elas o melhor acolhimento possível e ajudá-las, encaminhando suas demandas à rede de proteção social do Estado. Nosso canal de atendimento também recebe denúncias de violência ou assédio contra a mulher, 24 horas por dia – explica a secretária Fernanda Titonel.

Além do reforço no Disque Cidadania, casos urgentes de violência contra a mulher são atendidos de segunda a sexta-feira, das 10 às 17 horas, pelo Centro Integrado de atendimento à Mulher (CIAM) Márcia Lyra, no Centro do Rio, pelo telefone (21) 2332-8249 e pelo email ciammarcialyra@gmail.com – e CIAM Baixada (Nova Iguaçu) pelo (21) 2698-6008 e ciambaixada@yahoo.com.br. São considerados como urgência o primeiro suporte à mulher vítima de violência; mulheres sob risco imediato, que precisam ser abrigadas e casos encaminhados por hospitais, Delegacias de Atendimento à Mulher (DEAMs), Defensoria e Ministério Públicos.

Disque Cidadania tira dúvidas sobre cestas básicas do Mutirão Humanitário

Mutirão Humanitário

Na semana passada, o Disque Cidadania e Direitos Humanos passou a oferecer orientações sobre o Mutirão Humanitário, novo programa do governo estadual para atender famílias em situação de vulnerabilidade social com a pandemia do novo coronavírus. O Mutirão prevê a distribuição de 940 mil cestas básicas a famílias inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais em 16 municípios da Região Metropolitana.

Além disso, o canal de atendimento da SEDSODH responde dúvidas da população sobre o CadUnico e benefícios a ele veiculados, como o Bolsa Familia e o recém-criado Auxílio Emergencial, do governo federal. Com estes novos serviços, o atendimento cresceu exponencialmente nos últimos dias e foi reforçado a partir de segunda-feira.

Direitos humanos

Lançado oficialmente em fevereiro para receber denúncias sobre violações de direitos humanos, o Disque Cidadania funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana, inclusive feriado. Além de mulheres em situação de violência, o serviço atende diferentes públicos vulneráveis, como idosos, pessoas com deficiência, indígenas, crianças e adolescentes. Casos de preconceito racial, assédio, LGBTIfobia, intolerância religiosa, abandono e desaparecimento de pessoas estão entre as violações mais comuns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *