Donald Trump ameaça sancionar países que não aceitam imigrantes deportados

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 3 de fevereiro de 2018 as 11:55, por: CdB

O governo de Trump já impôs sanções em setembro do ano passado, que consistem em restrições à emissão de certos vistos para entrar aos Estados Unidos

Por Redação, com EFE – de Washington

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou impor sanções e tarifas ou inclusive cortar a ajuda financeira aos países que não aceitem receber cidadãos de sua nação que tenham sido deportados pelos EUA, entre os quais se encontram China e Cuba, segundo relatórios. A informação é da Agência EFE.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou impor sanções e tarifas ou inclusive cortar a ajuda financeira aos países que não aceitem receber cidadãos de sua nação que tenham sido deportados pelos EUA, entre os quais se encontram China e Cuba, segundo relatórios. A informação é da Agência

– Se eles não aceitarem, vamos impor sanções a esses países. Vamos impor tarifas a esses países. Eles vão aceitá-los tão rápido que terão a cabeça virada – disse Trump, durante uma visita a uma divisão do Escritório de Proteção da Fronteira e Alfândegas (CBP, sigla em inglês).

– Simplesmente imporemos tarifas sobre seus bens que entrem aqui, e eles os aceitarão em dois segundos. Há muitas pessoas desses países, e eles vão aceitá-los – quando forem deportados, acrescentou o presidente. “E mais uma coisa, damos muita ajuda a alguns desses países. E a esses países, vamos deixar de ajudar, e os aceitarão de volta instantaneamente”, disse. 

O governo de Trump já impôs sanções em setembro do ano passado, que consistem em restrições à emissão de certos vistos para entrar aos Estados Unidos; a quatro países, Cambodja, Eritréia, Guiné e Serra Leoa; devido à sua recusa de aceitar seus cidadãos quando foram deportados.

Segundo informações publicadas em maio do ano passado pelo jornal The Washington Times; que citava fontes do Escritório de Controle de Imigração e Alfândegas dos EUA; há 11 países que não cooperam com as autoridades migratórias norte-americanas na hora de aceitar os emigrantes deportados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *