Enchentes atingem sítios arqueológicos no sul e oeste da Índia

Arquivado em: Ásia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 11 de agosto de 2019 as 15:11, por: CdB

As fortes chuvas e deslizamentos forçaram centenas de milhares de pessoas a buscar abrigo em campos de ajuda humanitária, enquanto os serviços de trem foram cancelados em várias áreas alagadas

 

Por Redação, com Reuters – de Hampi, Índia

 

O número de mortes decorrente das enchentes nos Estados indianos de Karnataka, Kerala e Maharashtra subiu para 147, disseram autoridades no domingo, enquanto se apressam para remover pessoas e as águas cobrem partes de um patrimônio da humanidade. Em Karnataka, várias estruturas de Hampi, uma cidade histórica que é patrimônio mundial, foram alagadas.

Muitas vias ficaram alagadas e o transporte passou aos pequenos botes
Muitas vias ficaram alagadas e o transporte passou aos pequenos botes

As fortes chuvas e deslizamentos forçaram centenas de milhares de pessoas a buscar abrigo em campos de ajuda humanitária, enquanto os serviços de trem foram cancelados em várias áreas alagadas.

Resgate

No Estado de Kerala, ao sul, pelo menos 57 pessoas morreram em incidentes relacionados à chuva, enquanto mais de 165.000 pessoas estavam em campos de ajuda no Estado, disseram autoridades neste domingo.

— Várias casas ainda estão cobertas sob 10 a 12 pés (entre 3 e 3,7 metros) de lama. Isto está prejudicando os trabalhos de resgate — disse o ministro-chefe de Estado Pinarayi Vijayan.

Patrimônio

As autoridades temem que as operações de resgatem sejam prejudicadas por chuvas e trovoadas previstas em algumas partes de Kerala.

Ano passado, mais de 200 pessoas morreram em Kerala e mais de cinco milhões foram afetados em uma das piores enchentes no Estado em 100 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *