Espanha demite técnico da seleção dois dias antes de estreia na Copa

Destaque do Dia Esportes Futebol Últimas Notícias

A Espanha, uma das favoritas para o torneio, também enfrentará Marrocos e Irã em seu grupo na Rússia

Por Redação, com Reuters – de Madri:

O técnico da seleção espanhola, Julen Lopetegui, foi demitido nesta quarta-feira, dois dias antes da estreia da equipe na Copa do Mundo contra Portugal, anunciou o presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales, em coletiva de imprensa.

Julen Lopetegui durante treinamento da seleção da Espanha em Krasnodar, na Rússia

A saída de Lopetegui acontece depois que o Real Madrid anunciou inesperadamente na terça-feira que o técnico, que havia recentemente renovado seu contrato com a seleção da Espanha, assumiria como treinador do time na próxima temporada.

O substituto de Lopetegui será anunciado “em breve”, disse Rubiales.

– Nós queremos agradecer Julen por tudo que ele fez e ele é uma das grandes razões por trás de estarmos na Rússia, mas nos sentimos obrigados a dispensar seus serviços – acrescentou.

– Precisa haver uma mensagem para todos os funcionários da RFEF de que há maneiras de comportamento que você precisa obedecer.

A Espanha, uma das favoritas para o torneio, também enfrentará Marrocos e Irã em seu grupo na Rússia.

Fernando Hierro

O diretor esportivo da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Fernando Hierro, será o novo técnico da seleção durante a Copa do Mundo da Rússia, informou a federação em publicação no TwitAta quarta-feira.

Hierro substituirá Julen Lopetegui que foi demitido mais cedo, depois que a federação afirmou que o técnico não informou que havia concordado em assumir como treinador do Real Madrid após o torneio.

Copa do Mundo de 2026

A Copa do Mundo de 2026 será realizada nos Estados Unidos, México e Canadá, depois que o Congresso da Fifa aprovou nesta quarta-feira a candidatura conjunta dos três países para sediar o torneio, deixando o Marrocos de fora pela quinta vez.

A candidatura dos países da América do Norte recebeu 134 votos, contra 65 para o Marrocos, enquanto um membro do congresso votou “por nenhuma das candidaturas”.

A Copa de 2026 será o primeiro torneio expandido com 48 times, frente às atuais 32 seleções que disputarão o campeonato na Rússia a partir de quinta-feira.

Ambas candidaturas tiveram uma última chance de defender suas propostas com apresentações de 15 minutos para o Congresso, realizado em Moscou, onde os três países norte-americanos afirmaram que seu torneio geraria um lucro de US$ 11 bilhões, enquanto Marrocos disse que seu lucro seria de US$ 5 bilhões.

Essa será a primeira Copa a ser realizada em três países, mas a grande maioria dos jogos será disputada nos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *