EUA preparam retirada de militares terceirizados de base no Iraque

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 22 de junho de 2019 as 12:57, por: CdB

Os militares dos EUA negaram qualquer evacuação planejada da extensa base de Balad, que na semana passada foi atingida por três morteiros. Ninguém assumiu a responsabilidade pelo ataque.

Por Redação, com Sputnik – de Washington

Os Estados Unidos estão se preparando para retirar centenas de funcionários da Lockheed Martin e da Sallyport Global de uma base militar iraquiana onde trabalham como contratados, disseram três fontes militares iraquianas na sexta-feira.

Os Estados Unidos estão se preparando para retirar centenas de funcionários da Lockheed Martin

Cerca de 400 terceirizados das duas empresas estão se preparando para deixar a base militar de Balad, que abriga forças norte-americanas a 80 quilômetros ao norte de Bagdá, por conta de “potenciais ameaças à segurança”, disseram as fontes sem especificar.

Os militares dos EUA negaram qualquer evacuação planejada da extensa base de Balad, que na semana passada foi atingida por três morteiros. Ninguém assumiu a responsabilidade pelo ataque.

– Não há planos neste momento para evacuar qualquer pessoal de Balad (…) Caso haja mais ameaças ao nosso povo, a Força Aérea dos EUA colocará em prática medidas para fornecer as proteções necessárias – disse o coronel da Força Aérea Kevin Walker em declaração.

Uma porta-voz da Lockheed no Oriente Médio disse: “Nós não estamos evacuando os funcionários da Lockheed Martin neste momento da Balad Air Base”.

Ela não disse se alguma outra evacuação estava sendo preparada.

Operações

Um oficial militar com conhecimento das operações diárias da base disse anteriormente que os militares dos EUA haviam informado às autoridades iraquianas que começariam a evacuar cerca de metade dos 800 funcionários que trabalham para as duas empresas em Balad.

O funcionário disse que a evacuação levaria cerca de 10 dias.

Duas outras fontes militares disseram que a evacuação seria realizada por aeronaves militares.

“Os americanos nos informaram que só manterão pessoal limitado e necessário para a manutenção dos aviões F-16 do Iraque”, disse uma das fontes anônimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *