Exército da Síria anuncia que assumiu controle total de Damasco e arredores

Arquivado em: Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 21 de maio de 2018 as 12:34, por: CdB

Maihub afirmou que, graças às unidades do exército sírio, foi possível “garantir a segurança da capital, Damasco, e de seus arredores totalmente”

Por Redação, com EFE – de Beirute:

O exército da Síria anunciou nesta segunda-feira que assumiu o controle completo do sul de Damasco e de seus arredores após expulsar os jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI) que controlavam essas áreas na região metropolitana da capital.

O exército da Síria anunciou nesta segunda-feira que assumiu o controle completo do sul de Damasco e de seus arredores

O porta-voz do Comando Geral do Exército sírio, Ali Maihub, garantiu em discurso televisionado; que “o controle da região de Hajar al Aswad e do acampamento (de refugiados palestinos) de Yarmouk; é uma conquista importante por ter acabado completamente com os elementos terroristas mais perigosos”.

Maihub afirmou que, graças às unidades do exército sírio, foi possível “garantir a segurança da capital; Damasco, e de seus arredores totalmente”.

O militar qualificou o feito como “uma demonstração da capacidade” do exército sírio “de enfrentar o terrorismo sistemático; apoiado por grupos regionais e internacionais”.

As operações militares “acabaram com um grande número de terroristas da organização terrorista Daesh (acrônimo em árabe para Estado Islâmico), o que facilitou o controle completo da região de Hajar al Aswad e Yarmouk”, assinalou o porta-voz militar.

– Agora, nosso exército insiste cada vez mais em perseguir os remanescentes do terrorismo e em esmagar seus grupos; que se encontram em território sírio, concluiu Maihub.

Com anúncio desta segunda, o governo sírio recupera o controle total da capital e de seus arredores pela primeira vez desde 2012.

Hajar al Aswad

No domingo, mulheres, crianças e idosos foram retirados de Hajar al Aswad durante uma trégua aprovada “por razões humanitárias”; disse uma fonte militar citada pela agência oficial síria “Sana”.

No entanto, essa mesma fonte não reconheceu que houve um processo de retirada dos combatentes do EI; um acordo estipulado “em sigilo” com o grupo jihadista, como informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

O exército sírio mantém um cerco há um mês sobre essa região do sul da capita; dias depois de ter anunciado o controle total de Ghouta Oriental; localidade que foi o principal reduto rebelde nos arredores de Damasco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *