Facebook enfrenta investigação antitruste nos EUA

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Redes Sociais, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 6 de setembro de 2019 as 14:34, por: CdB

Uma coalizão bipartidária liderada pela procuradora-geral do Estado de Nova York está iniciando uma investigação antitruste contra o Facebook.

Por Redação, com Reuters – de São Francisco

Uma coalizão bipartidária liderada pela procuradora-geral do Estado de Nova York está iniciando uma investigação antitruste contra o Facebook para investigar se ele prejudicou a concorrência e colocou os usuários em risco, disse Letitia James, procuradora-geral de Nova York nesta sexta-feira.

Facebook enfrenta investigação antitruste de procuradores gerais dos EUA

– Estou iniciando uma investigação no Facebook para determinar se suas ações colocaram em risco os dados do consumidor, reduziram a qualidade das escolhas dos consumidores ou aumentaram o preço da publicidade – disse James no Twitter.

Procuradores-gerais do Colorado, Flórida, Iowa, Nebraska, Carolina do Norte, Ohio, Tennessee e Distrito de Columbia se juntarão a Nova York na investigação, informou um comunicado.

A empresa não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

As gigantes da tecnologia

As gigantes da tecnologia, entre as empresas mais ricas e poderosas do mundo, estão enfrentando crescente escrutínio antitruste do Congresso, agências federais e agora procuradores gerais do estado.

A Reuters e outros meios de comunicação informaram na terça-feira que mais de 30 procuradores-gerais dos Estados Unidos estavam preparando uma investigação sobre o Google por possíveis violações antitruste.

Serviços de namoro

O Facebook está lançando seus serviços de namoro nos Estados Unidos, informou a rede social na quinta-feira.

A empresa disse que os usuários poderão integrar suas contas do Instagram ao perfil de relacionamento do Facebook e adicionar seguidores do Instagram às suas listas “Secret Crush”. Esse recurso permite que os usuários indiquem interesse romântico em um amigo, sem que a atração se torne pública. Se dois amigos revelarem interesse um pelo outro, o Facebook Dating alerta os dois.

O serviço seria opcional para usuários do Facebook e Instagram, disse a empresa, acrescentando que a atividade de namoro dos usuários não aparecerá em seu perfil ou feed de notícias.

O serviço estará disponível apenas para usuários com 18 anos ou mais, que podem decidir quem pode ver seu perfil de namoro, disse o Facebook.

O lançamento marca uma grande expansão do serviço de relacionamento do Facebook, lançado inicialmente na Colômbia, Tailândia, Canadá, Argentina e México no ano passado.

Também abre a empresa para uma análise mais aprofundada de seu registro de privacidade e segurança, que chamou a atenção dos reguladores de todo o mundo após anos de escândalos sobre o manuseio de informações pessoais.

O Facebook oferece diretrizes de segurança para as pessoas que se inscrevem em um perfil de relacionamento e observa na seção de responsabilidade de seus termos de serviço que ele não realiza verificações de antecedentes ou pesquisas em registros de agressores sexuais.

“Você interage com outros usuários por sua conta e risco”, afirmam os termos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *