Facebook prepara medidas para conter desinformação durante eleições nos EUA

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Redes Sociais, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 26 de outubro de 2020 as 11:55, por: CdB

Em preparação para possível agitação eleitoral, Facebook pode lançar ferramentas internas emergenciais destinadas a desacelerar a disseminação de conteúdos duvidosos durante as eleições.

Por Redação, com Sputnik e Reuters – de São Francisco

Em preparação para possível agitação eleitoral, Facebook pode lançar ferramentas internas emergenciais destinadas a desacelerar a disseminação de conteúdos duvidosos durante as eleições.

Facebook prepara medidas emergenciais para conter desinformação durante eleições nos EUA, diz WSJ
Facebook prepara medidas emergenciais para conter desinformação durante eleições nos EUA, diz WSJ

De acordo com o jornal The Wall Street Journal no domingo, o Facebook está analisando a possibilidade de “agitação civil” nos dias seguintes às eleições do próximo mês e está montando estratégias para acalmar qualquer “conflito relacionado às eleições” nos EUA.

– Passamos anos construindo eleições mais seguras – afirmou o porta-voz do Facebook Andy Stone. “Aplicamos lições de eleições anteriores, contratamos especialistas e construímos novas equipes com experiência em diferentes áreas para nos prepararmos para vários cenários.”

As medidas que estão sendo consideradas já foram empregadas em países “de risco” como Sri Lanka e Mianmar, e incluem uma desaceleração do compartilhamento de conteúdo viral, diminuição do limite para a identificação de mensagens potencialmente inflamatórias e ajustes no feed de notícias para mudar o conteúdo que o usuário recebe ao entrar na rede social. A empresa também pode reduzir o limite para detectar postagens que seu software considera perigosas.

– Precisamos fazer tudo o que pudermos para reduzir as chances de violência ou agitação civil após estas eleições – disse o presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, ao portal Axios no mês passado.

Segundo o The Wall Street Journal, o Facebook implementará tais medidas apenas em caso de uma situação crítica que possa causar violência relacionada às eleições, observando que se a empresa decidir usar essas ferramentas, elas transformarão as informações que milhões de americanos recebem.

Com essas medidas, o Facebook já começou a receber críticas de ambos os partidos Democrata e Republicano, e qualquer tentativa de regulamentar o conteúdo provavelmente provocará mais polêmicas. A rede social sofreu intensa pressão no início deste mês, inclusive pelo presidente Donald Trump, após desacelerar a divulgação de um artigo do jornal The New York Post relacionado ao filho de Joe Biden, Hunter.

Em resposta, a empresa disse que suas ações estão de acordo com as regras que detalhou no ano passado para evitar interferências nas eleições.

Facebook lança streaming de videogames

O Facebook lançou nesta segunda-feira um recurso gratuito de jogos em nuvem em sua rede social, permitindo aos usuários fazer streaming de videogames como Asphalt 9: Legends e WWE SuperCard sem a necessidade de fazer download deles.

“Não estamos criando um serviço de jogos em nuvem separado”, disse a empresa, acrescentando que todos os videogames transmitidos podem ser jogados na página de jogos da plataforma ou no feed de notícias.

O recurso de jogos do Facebook é menor do que os serviços premium de streaming de jogos baseados em centrais de processamento de dados como o Stadia, do Google, o GeForce NOW, da Nvidia, ou Luna, da Amazon, que estão competindo por usuários em um mercado em rápido crescimento.

O recurso estará disponível inicialmente para usuários do Android e da web, disse o Facebook, enquanto desenvolve opções alternativas para lançar o recurso para dispositivos iOS, da Apple.

– A Apple trata os jogos de maneira diferente e continua a exercer controle sobre um recurso muito precioso – disse a empresa, acrescentando que não tem certeza se o lançamento na loja de aplicativos da Apple é um caminho “viável”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *