Festa do Flamengo termina em violência, corre-corre e feridos no Centro do Rio

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado domingo, 24 de novembro de 2019 as 17:15, por: CdB

Um grupo de torcedores, muitos com os rostos cobertos, enfrentaram as forças de segurança, que revidaram bom bombas de gás lacrimogêneo.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

 

Terminou em violência generalizada a festa dos flamenguistas pela conquista da Taça América. Logo após a retirada do trio elétrico, na festa que reuniu milhares de torcedores no Centro do Rio, por volta das 17h deste domingo, a explosão de uma bomba de efeito moral desencadeou um tumulto na Avenida Presidente Vargas. Correria e atos de vandalismo se seguiram ao confronto com os policiais militares, deixando um número ainda incerto de feridos.

Uma bomba de efeito moral marcou o início do tumulto generalizado que encerrou a festa do Flamengo
Uma bomba de efeito moral marcou o início do tumulto generalizado que encerrou a festa do Flamengo

Um grupo de torcedores, muitos com os rostos cobertos, enfrentaram as forças de segurança, que revidaram bom bombas de gás lacrimogêneo.Em meio ao tumulto, o ônibus do Flamengo desviou da Avenida Presidente Vargas e seguiu pela contramão da Rua de Santanna, que já estava interditada.

Aeroporto

Os atletas e a diretoria do Flamengo chegou ao Rio de Janeiro às 10h49 deste domingo para a festa de comemoração pela conquista do bicampeonato da Libertadores, conquistado na véspera sobre o River Plate. Os jogadores desfilaram em um trio pela principal avenida do Centro do Rio.

Após o desembarque no Aeroporto Tom Jobim, o grupo foi escoltado pela Polícia Militar enquanto seguia ao encontro dos milhares de torcedores. O clima era de euforia, com torcidas organizadas e bandeiras gigantescas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *