Força-tarefa recolhe seis toneladas de lixo na Cinelândia e Lapa 

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 8 de outubro de 2019 as 14:55, por: CdB

As ações resultaram no recolhimento de seis toneladas de lixo, apreensão de 150 quilos de frutas e fiscalização de 40 veículos, incluindo 18 táxis e um caminhão de carga, com aplicação de 22 multas.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

As ações da força-tarefa de ordem pública iniciadas pela prefeitura do Rio de Janeiro na segunda-feira, na região entre Lapa e Cinelândia, resultaram no recolhimento de seis toneladas de lixo, apreensão de 150 quilos de frutas e fiscalização de 40 veículos, incluindo 18 táxis e um caminhão de carga, com aplicação de 22 multas.

Servidores da Rioluz em ação durante troca de cabos de energia na Lapa
Servidores da Rioluz em ação durante troca de cabos de energia na Lapa

Também foram trocados 650 metros de cabos de iluminação pública na Praça Cardeal Câmara, no Largo da Lapa, e atendidas 81 pessoas em situação de rua. Integrada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), a operação prosseguiu nesta terça-feira.

Iniciada no Largo da Lapa, a força-tarefa contou, no primeiro dia, com 60 agentes de diversos órgãos municipais. Foram utilizados quatro caminhões com guindaste hidráulico nos serviços de poda e manutenção de iluminação pública, dois caminhões basculantes da Comlurb e oito viaturas para fiscalização.

– A ação da força-tarefa na Lapa e Cinelândia tem caráter especial e reforça as operações rotineiras de ordenamento já executadas, diariamente, pela Prefeitura. Ela vem ao encontro da preocupação do prefeito Marcelo Crivella por esse importante eixo turístico, que começa nos Arcos da Lapa e se estende até a Cinelândia – explicou o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Amendola.

Órgãos

Integrada pela Subsecretaria de Operações (Subop) da Seop, a operação envolveu os seguintes órgãos municipais: Guarda Municipal do Rio e as coordenadorias de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer) e de Cuidado e Prevenção às Drogas (CCPD), ligadas à Seop; a Coordenadoria de Controle Urbano (CCU), da Subsecretaria de Licenciamento de Fiscalização, da Secretaria da Fazenda; as secretarias municipais de Infraestrutura e Habitação (SMIH) e Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH), além da Rioluz, Cet-Rio, Comlurb, Superintendência e Região Administrativa do Centro.

Multas

A Secretaria Municipal de Transportes atuou de forma reforçada durante todos os dias do Rock in Rio, com o objetivo de verificar os serviços prestados pelos transportes públicos municipais, bem como coibir possíveis irregularidades.

Com relação ao sistema BRT, os fiscais da SMTR, que atuaram diariamente nas estações, de 13h às 5h30, flagraram falhas nos serviços, como intervalos entre partidas em desacordo com o estabelecido, falta de organização nos terminais, má conservação do veículo, colocar veículo não autorizado em operação, descumprimento de horário e não cumprimento da determinação da SMTR sobre exibir adesivo com a tarifa especial para o evento. Um ônibus do BRT foi lacrado e 48 multas foram aplicadas ao consórcio.

Durante as ações de fiscalização no entorno do Parque Olímpico, equipes da secretaria, que atuaram de 14h até o término do evento, aplicaram 298 multas a táxis e veículos particulares, sendo três por transporte irregular de passageiros, além de outras irregularidades, como estacionamento irregular, uso de celular ao volante, ausência do cinto de segurança, mau estado de conservação e vistoria vencida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *