Frota é expulso do PSL e negocia transferência com Maia, para o DEM

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 13 de agosto de 2019 as 12:56, por: CdB

O presidente do partido, Luciano Bivar, a deputada Carla Zambelli (SP) e o senador Major Olímpio (SP) também foram alvos das críticas de Frota. Errático em seus alvos, Frota construiu uma carreira cheia de contradições, atos extremados e declarações polêmicas.

 

Por Redação – de Brasília e São Paulo

 

O deputado Alexandre Frota foi expulso do PSL, no início da tarde desta terça-feira, e abriu a cisão mais importante no partido do presidente Jair Bolsonaro, em pouco mais de seis meses de governo. Ator e militante da extrema-direita, Frota foi afastado após pesadas críticas aos atos e declarações do mandatário neofascista.

O ator e deputado federal Alexandre Frota (Sem partido) negocia a migração com Rodrigo Maia (DEM-RJ)

O presidente do partido, Luciano Bivar, a deputada Carla Zambelli (SP) e o senador Major Olímpio (SP) também foram alvos das críticas de Frota. Errático em seus alvos, Frota construiu uma carreira cheia de contradições, atos extremados e declarações polêmicas.

Dono de 155.522 votos, o 16º candidato mais votado em São Paulo conserva o mandato e já negocia com o DEM, do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), a migração para a nova legenda. Sua presença na comissão especial que aprovou a Reforma da Previdência e depois, no Plenário da Casa, renderam-lhe algum crédito junto à Mesa Diretora da Casa.

Na votação em segundo turno da reforma da Previdência, Frota se absteve, contrariando orientação do partido. Ele foi retirado da vice-liderança do PSL na Câmara; além de perder o comando de alguns diretórios municipais da legenda, por ordem direta de Jair Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *