Governo Temer colabora com novo regime e nomeia general para os Correios

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado sábado, 3 de novembro de 2018 as 15:20, por: CdB

Perguntado se o general tem tem algum trânsito com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), Kassab disse que não faz ideia, apenas identifica alguma coesão pela farda.

 

Por Redação – de Brasília

 

Titular no Ministério das Comunicações, o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab substituiu o atual presidente dos Correios, Carlos Fortner, pelo general Juarez Aparecido de Paula Cunha. O objetivo da nomeação, segundo Kassab, seria colaborar com o novo regime. Assim, o militar estaria pronto a ajudar na transição; além de ser uma chance para o PSD, partido comandado por Kassab, para seguir à frente da pasta.

O ministro Kassab e Temer: a destruição da comunicação pública e da liberdade de expressão

— O general Juarez já está há vários meses nos Correios, foi diretor de Pesquisa e Ciência e, quando se aposentou, chamei para vir para o ministério.  Ele esteve nos conselho da Finep e também dos Correios. Definimos nesta sexta-feira e a mudança oficial deve acontecer nos próximos dias, provavelmente na segunda-feira — disse Kassab, a jornalistas.

Privatização

Perguntado se o general tem tem algum trânsito com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), Kassab disse que não faz ideia, apenas identifica alguma coesão pela farda. Em recente entrevista à TV Band, Bolsonaro afirmou que há grande chance de seu governo privatizar os Correios.

— Os Correios têm grande chance de entrar (na privatização), porque o seu fundo de pensão foi simplesmente implodido pela administração petista. Hoje os Correios têm muitas reclamações — disse Bolsonaro.

Bolsonaro adiantou, ainda, que sua equipe dividiria as estatais de acordo com suas características para então definir o futuro delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *