GP da Bélgica: Valtteri Bottas e Hulkenberg são punidos

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Fórmula 1, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 24 de agosto de 2018 as 13:39, por: CdB

Os dois pilotos foram punidos por causa de mudanças nos motores de seus carros, conforme anunciou a Federação Internacional de Automobilismo (FIA)

Por Redação, com EFE – de Londres

O finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, e o alemão Nico Hulkenberg, da Renault, foram punidos nesta sexta-feira e terão que largar no fim do grid de largada do Grande Prêmio da Bélgica, que será disputado daqui dois dias.

Valtteri Bottas mudou o motor e por isso foi punido

Os dois pilotos foram punidos por causa de mudanças nos motores de seus carros, conforme anunciou a Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Bottas e Hulkenberg posições por mudar o motor de combustão interna (ICE), junto com o turbo e a unidade MGU-h pela quarta vez no ano. Além disso, ambos utilizarão a terceira unidade MGU-k, de armazenamento de energia. Isso significa que ambos terão motores completamente novos.

O alemão terá que largar na última colocação, logo atrás do finlandês. A posição de ambos só mudará, caso algum outro piloto também receba punição que o coloque no fim do grid.

Vettel

O alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, foi o mais rápido nesta sexta-feira do primeiro treino para o Grande Prêmio da Bélgica, desbancando, entre outros, o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, que ficou o terceiro.

O tetracampeão mundial, entre 2010, 2011, 2012 e 2013, voou baixo no circuito de Spa-Francorchamps e cravou o tempo de 1min44s358. O segundo colocado da sessão da manhã (hora local) foi o holandês Max Verstappen, da Red Bull, com 1min44s509.

Hamilton ficou na terceira colocação, ao rodar em 1min44s676. Logo atrás, apareceu o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, com 1min44s718.

Logo depois apareceram outro finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes e o australiano Daniel Ricciardo. Em sétimo apareceu o francês Esteban Ocon, da Racing Point, equipe que, na prática, estreia neste fim de semana, após compra da Force India.

O alemão Nico Hulkenberg, da Renault, o mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, e do espanhol Carlos Sainz, também da Renault, completaram o grupo dos dez primeiros colocados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *