Guarda Municipal divulga plano de ação para bloqueio de vias durante chuvas 

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020 as 12:19, por: CdB

A medida tem objetivo de resguardar a integridade de motoristas e pedestres em pontos do Rio que sofrem com alagamentos.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

A Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) divulgou no Diário Oficial de quarta-feira portaria regulamentando o Plano de Ação para implantação de bloqueios viários em diversos pontos da cidade durante ocorrências de chuvas fortes. A medida tem objetivo de resguardar a integridade de motoristas e pedestres em pontos do Rio que sofrem com alagamentos.

Bloqueios acontecerão quando a cidade entrar em Estágio de Atenção
Bloqueios acontecerão quando a cidade entrar em Estágio de Atenção

A execução dos bloqueios acontecerá sempre que o Rio entrar em Estágio de “Atenção”, o terceiro numa escala de cinco quando uma ou mais ocorrências causam reflexos relevantes na infraestrutura e logística urbana afetando diretamente a rotina da população ou de parte dela.

Os bloqueios também podem ser determinados por deliberação do Gabinete de Gestão de Crise da Guarda Municipal, criado para dar mais agilidade ao emprego do efetivo em situações de urgência, como no caso das fortes chuvas que atingem a cidade no período de verão.

Os bloqueios serão realizados em áreas com histórico de alagamentos. Para isso, a cidade foi dividida em 12 áreas estratégicas que receberão atenção especial durante as fortes chuvas: Praça da Bandeira, Avenida Francisco Bicalho, Catete, Jardim Botânico, Avenida Borges de Medeiros, Avenida Epitácio Pessoa, Avenida Niemeyer, Avenida Carlos Peixoto, Grajaú, Rua Manoel de Abreu, Muzema e Serra da Grota Funda.

– Essa medida visa o proteger o cidadão que eventualmente se encontra em meio a tempestades na cidade e fica preso em locais onde as chuvas causam mais impacto. Com esses bloqueios, vamos evitar que motoristas e pedestres passem por situações de risco durante os alagamentos que acometem algumas vias importantes da nossa cidade – afirmou a comandante da Guarda Municipal, inspetora geral Tatiana Mendes.

Gabinete de Gestão de Crise

A Guarda Municipal do Rio criou o Gabinete de Gestão de Crise para situações de calamidade, desastres ambientais e outras ocorrências de grande impacto na cidade. Presidido pela inspetora geral Tatiana Mendes, o Gabinete de Gestão de Crise se reunirá sempre que necessário na sede, em São Cristóvão, e terá em sua composição permanente mais 13 membros entre diretores, subdiretores, coordenadores e chefes de departamento da GM-Rio. Na ausência da comandante, será presidido pelo diretor de operações, inspetor regional Alex Coelho.

O gabinete, criado após publicação de portaria no Diário Oficial do dia 16 de janeiro, pode ser acionado a partir da mudança do estágio operacional para situações de emergência no município classificado como “Atenção”, pelo Centro de Operações e Rio (COR).

Entre as atribuições está a disponibilização do efetivo para pronto emprego na cidade, movimentação de recursos humanos e veículos para áreas de maior necessidade, manter rede de comunicação entre os coordenadores das unidades operacionais de cada área, entre outros. O gabinete deve enviar balanços com resultados da operação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *