Huawei diz que sanções dos EUA não têm impacto imediato em 5G para Reino Unido

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tablet & Celulares, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 8 de julho de 2020 as 12:14, por: CdB

As sanções dos Estados Unidos contra a Huawei não tiveram impacto imediato em sua capacidade de fornecer equipamentos de redes 5G ao Reino Unido, disse um executivo da empresa nesta quarta-feira, pedindo mais tempo para entender todas as repercussões das restrições.

Por Redação, com Reuters – de Londres

As sanções dos Estados Unidos contra a Huawei não tiveram impacto imediato em sua capacidade de fornecer equipamentos de redes 5G ao Reino Unido, disse um executivo da empresa nesta quarta-feira, pedindo mais tempo para entender todas as repercussões das restrições.

As sanções dos Estados Unidos contra a Huawei não tiveram impacto imediato em sua capacidade de fornecer equipamentos de redes 5G ao Reino Unido
As sanções dos Estados Unidos contra a Huawei não tiveram impacto imediato em sua capacidade de fornecer equipamentos de redes 5G ao Reino Unido

O vice-presidente da Huawei, Victor Zhang, disse que levaria meses para determinar o impacto das medidas norte-americanas anunciadas em maio, que visam prejudicar a capacidade da empresa de adquirir microchips necessários para fabricar seus equipamentos de telecomunicações.

– Essas restrições, na verdade, não tiveram impacto na capacidade da Huawei de fornecer soluções de fibra óptica e de 5G ao Reino Unido neste momento – disse Zhang a repórteres em uma teleconferência. “Precisamos conversar sobre o impacto a longo prazo, leva tempo, leva meses.”

O Reino Unido concedeu à Huawei um papel limitado em suas futuras redes 5G em janeiro, mas desde então os ministros disseram que as sanções dos EUA podem ter um impacto significativo na capacidade da empresa em fornecer com segurança componentes para equipamentos da rede.

Sob pressão dos Estados Unidos

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que está sob pressão dos Estados Unidos e de parlamentares de seu próprio partido para banir a Huawei por questões de segurança, deve tomar uma decisão sobre a restrição da empresa até o final do mês.

Zhang disse que as autoridades britânicas devem pensar cuidadosamente antes de tomar o que ele chamou de “decisão crítica de longo prazo”.

– Acreditamos que é importante esperar até que todos os fatos e implicações sejam conhecidos – disse ele. “Agora não é hora de se apressar em tomar uma decisão tão crucial sobre a Huawei.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *