Huawei lançará sistema operacional Harmony para smartphones 

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tablet & Celulares, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 10 de setembro de 2020 as 11:51, por: CdB

A Huawei Technologies planeja apresentar seu sistema operacional Harmony, visto como seu substituto ao Android do Google para smartphones, no próximo ano, enquanto busca superar obstáculos criados pelos Estados Unidos.

Por Redação, com Reuters – de Shenzhen

A Huawei Technologies planeja apresentar seu sistema operacional Harmony, visto como seu substituto ao Android do Google para smartphones, no próximo ano, enquanto busca superar obstáculos criados pelos Estados Unidos.

Huawei lançará sistema operacional Harmony para smartphones no próximo ano
Huawei lançará sistema operacional Harmony para smartphones no próximo ano

A empresa anunciou pela primeira vez o HarmonyOS no ano passado, anunciado como uma plataforma para vários dispositivos como smartwatches, notebooks e celulares.

Analistas dizem que o sistema é a solução mais próxima de um substituto para a Huawei, que, após sua inclusão na lista de entidades dos EUA em maio do ano passado, foi impedida de ter suporte técnico do Google para novos modelos de telefones que usam Android.

O presidente-executivo do grupo de negócios ao consumidor da Huawei, Richard Yu, e Wang Chenglu, presidente do departamento de software, deram atualizações na conferência anual de desenvolvedores da empresa nesta quinta-feira.

– A meta que estamos atingindo é que estamos oferecendo suporte a dispositivos Huawei usando o Harmony OS 2.0, mas ao mesmo tempo o Harmony OS 2.0 também poderá estar disponível para dispositivos de outros fornecedores – disse Wang. “O Harmony OS 2.0 estará disponível para todos os fabricantes de hardware.”

Versão beta para smart TVs

Yu acrescentou que a empresa também está abrindo aos desenvolvedores uma versão beta para smart TVs, smartwatches e sistemas de veículo a partir desta quinta-feira, e planeja disponibilizá-la para smartphones em dezembro.

Yu disse que a empresa enviou 240 milhões de smartphones no ano passado, o que a colocou em segundo lugar no ranking do mercado em 2019, mas acrescentou que a escassez de software afetou as vendas nos últimos meses e os envios caíram para 105 milhões de unidades no primeiro semestre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *