Itália não permite entrada de navio com imigrantes na ilha de Lampedusa

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 27 de junho de 2019 as 14:49, por: CdB

Bruxelas garante que está trabalhando na possível recolocação das pessoas em outros Estados-membros da UE, no caso de a Itália permitir o desembarque.

Por Redação, com ABr – de Roma

A Comissão Europeia (UE) pediu que a Itália encontre uma solução para os migrantes a bordo do Sea Watch 3. O navio humanitário entrou em águas territoriais italianas, mas o país não está disposto a permitir o desembarque dos 42 migrantes a bordo.

Bruxelas garante que está trabalhando na possível recolocação das pessoas

Bruxelas garante que está trabalhando na possível recolocação das pessoas em outros Estados-membros da UE, no caso de a Itália permitir o desembarque.

Tripulação

O ministro italiano do Interior parece, no entanto, irredutível e promete punir a tripulação.

O navio  forçou a entrada em águas italianas e foi parado pelas autoridades próximo ao porto de Lampedusa. O governo italiano acusou a organização não governamental de violar a lei e de pôr os migrantes em perigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *