Jovem morre durante tentativa de assalto na Zona Oeste do Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 16 de janeiro de 2019 as 11:31, por: CdB

Segundo a Polícia Militar (PM), ele foi baleado quando os assaltantes fizeram disparos com suas armas e o jovem tentou proteger sua mãe.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O jovem Matheus dos Santos Lessa, de 22 anos, foi assassinado no dia anterior na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, durante tentativa de assalto em um estabelecimento comercial. Segundo a Polícia Militar (PM), ele foi baleado quando os assaltantes fizeram disparos com suas armas e o jovem tentou proteger sua mãe.

Matheus Lessa tinha 22 anos e estudava Psicologia

O caso aconteceu na rua Francisco Furtado, no bairro de Guaratiba. De acordo com a PM, os criminosos fugiram depois de efetuar os disparos.

Equipes da Delegacia de Homicídios (DH) da Capital investigam o caso. Equipes fazem diligências em busca de testemunhas e imagens que possam ajudar na elucidação do caso.

Atentado a tiros

Deputada estadual, a delegada de polícia Martha Rocha (PDT-RJ) foi alvo de uma tentativa de assassinato, na manhã de domingo, no subúrbio do Rio. O carro em que estava a parlamentar foi atingido por tiros nesta manhã quando passava pela Rua Belisário Pena, na Penha, Zona Norte do Rio.

Após informada dos fatos, a Polícia Civil do Rio abriu um inquérito para apurar o crime, relatado pela assessoria da parlamentar. Martha Rocha não se feriu, mas o motorista do veículo, o subtenente reformado da PM Geonísio Medeiros, foi atingido no tornozelo por um dos disparos de fuzil, efetuados por um homem encapuzado.

Atentado

Levado para o Hospital Getúlio Vargas, o motorista recebeu os cuidados necessários e foi liberado.

Para o presidente da Assembleia Legislativa (Alerj), André Ceciliano (PT), trata-se de um atentado, pois já havia uma ameaça contra Martha Rocha. Ela é presidente da Comissão de Segurança da Alerj, desde dezembro.

— Não foi um fato isolado, já havia uma ameaça contra ela e por conta disso tivemos uma reunião com o então interventor federal, general Braga Netto, e o então secretário de segurança, general Richard Nunes. Há uma suspeita de a ameaça ter partido da milícia — afirmou Ceciliano, a jornalistas.

DEAM

Assessores da parlamentar disseram que ela estava a caminho da igreja quando seu carro foi interceptado por um utilitário branco. Um homem vestindo capuz e fuzil desceu do veículo e começou a atirar.

O caso está registrado na Delegacia de Homicídios da capital, pois se trata de uma parlamentar e ex-chefe de Polícia Civil. A Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) está indo para a Unidade. Os agentes ainda não classificaram a ocorrência como tentativa de assalto ou atentado. O secretário de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, Marcus Vinícius Braga, esteve no local do crime.

Martha Rocha, de 59 anos, foi a primeira mulher a chefiar a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro e foi decisiva no processo de criação das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (Deam). A parlamentar cumpre seu segundo mandato como deputada estadual na Alerj.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *