sexta-feira, 21 de julho de 2017 • ANO XVII • N° 6.388

16 Comments

  1. 16

    Peroni

    Brilhante seu comentario Roberto mais e apenas um sonho nois vivemos em um mundo onde quase todos so pensam em levar vantagens sobre outras pessoas para isso acontecer precisaria mudar o pensamento de bilhoes de pessoas antes mais como voce disse nao custa nada sonhar?

  2. 15

    roberto cardoso

    concordo plenamente com a opinão de que devemos mudar este modulo inaceitavél de capitalismo onde o homem explora o homem, porque não começar-mos a criar empresas onde todos com responsabilidade são os patrões, triplicaria a produção; sonhar não custa nada, e que se danem os ianques.

  3. 14

    narildo filho

    concordo com a lara

  4. 13

    aladin

    DE QUE ADIANTA INSTITUIR UMA MOEDA FORTE SE NEM ELES ESTÃO DANDO CONTA EM MANTELAS, PAISES RICOS SEMPRE SERAO RICOS, AGORA TER DE BANCAR AQUELES QUE NÃO SABEM MANTER UMA ECONOMIA ESTAVÉL É BRICADEIRA, GASTÃO O DOBRO DO QUE CONSEGUEM ARRECADAR, AI É QUEBRADEIRA MESMO

  5. 12

    Iara

    Não entendi a fala de Ronaldo Rego quando diz que os EUA por muito menos fizeram a 2ª Guerra Mundial. Se eles foram os últimos a entrar na guerra, só o fazendo após o ataque japonês a Pearl Harbor, como dizer que fizeram a guerra?

  6. 11

    Aldemir Santos

    A Europa é um continente muito importante para a economia do mundo espero que os seus dirigentes encontrem uma saída para a crise do euro pois, o mundo torce para que esta crise acabe logo. Lembremo-nos da flagelada Africa que precisa muito da ajuda dos europeus que colinizaram boa parte do continente africano e por demorarem muito tempo para deixar o continente , hoje os africanos ainda são muito dependentes dos europeus e nós brasileiros temos muito a fazer pelos nossos irmaos africanos de qu em o povo brasileiro descende e a quem devemos muito do nosso progresso às custas do trabalho dos nossos irmãos africanos a globalização chegou a um ponto que todos dependem de todos . As marolinhas do continente europeu com certeza estão atingindo a América do Sul .torçamos então , para que tudo dê certo em pouco tempo.

  7. 10

    Silvio

    Difícil compreender as declarações da presidente do FMI, que tem se revelado um bombeiro às avessas, sempre disposta a atiçar mais lenha na fogueira. A carência de verdadeiros líderes no bloco faz a crise postergar sem sinais de solução à frente. Difícil imaginar, nessa contextura, possa surgir algo que o mercado não termine desconfiando, afinal, trata-se de uma integração onde cada um só pretende enxergar a sí próprio. Cada um com um receituário ditado por interesses discrepantes e sem o foco que norteou a formação do bloco.

  8. 9

    antonio

    O sistema socialista não deu certo,agora o sistema capitalista que não tem condições políticas eeconômicas de uma sociedade.O capitalismo tem que mudar, não podemos viver no processo da exploração do homem pelo homem, isso é cruel, vamos trabalhar para que a solidariedade distributiva funcione entre nós.Isso, salvará a humanidade.Acredite nesta nova ordem humana.

  9. 8

    Jose Antonio Dias

    Diferentemente do Brasil a coisa por lá é que controlar moeda entre Países com fronteira com ideologia política diferenciada é muito complicado.Ainda alguns deles infestado de radicais e outros malucos do continente misturando religião,,socialismo, comunismo e vanguardismo.A produtividade está caindo a olho nu a camada de idoso improdutivo é cada vez mais acentuada.Tudo isso é profundamente pesado para uma economia de mercado ,onde já gastou suas fichas,querendo provar para o mundo, que eles seriam imbatíveis eternos.Já o Brasil esquece ,que qualquer descuido ,cai de boca no chão ,movido pela falta de cultura, mão de obra não qualificada e falta de infraestrutura em todos os sentidos.

  10. 7

    José Brás

    Basta apenas perguntar para quem trabalha “La…garde” há dezenas de anos. Ou nem perguntar nada, já que sabemos que tem sido para os gangsteres do capital financeiro global e é por eles e para eles que hoje está como Presidente do FMI. Qualquer coisa que diga (ainda que com fundo de possível verdade) será sempre para servir o seu patrão, neste caso, para contrariar alguém que tente evitar o seu vaticínio e para apressar seus objectivos criminosos

  11. 6

    ronaldo rego

    Você tem razão Marcos. A Lagarde foi imposta pela França ao FMI. Ela chegou a vir ao Brasil pedir nosso voto. Éramos concorrentes e perdemos, pois ainda não temos cacife. Mas querem nosso dinheiro. Aumentamos nossa contibuição colocando mais 100 milhões de dólares nos cofres da instituição. Lagarde repete a cartilha do mega-especulador Soros, que tem no Brasil um escritório e como sócio um ex-ministro… O que pode o poder do dinheiro! “Eles” controlam as Bolsas em todo o mundo e as fazem descer ou subir de acordo com suas falsas estatísticas. Os americanos nunca perdoram o Euro. Por muito menos fizeram a 2a.guerra mundial e só “ajudaram” com o plano Marshall, por medo do avanço do comunismo na Europa. Agora, o dólar é ameaçado pela poderosa moeda, na qual os árabes estão colocando suas economias. Se a moda pegar, a desvalorização da moeda americana colocará o Federal Bank contra a parede. A crise “fabricada” pelos bancos americanos faz parte dessa estratégia de guerra econômica. Eles inventaram essas organizações que dão pontos para economias e bancos no Ocidente e com isso abalam as ações nos mercados. Por que a Bovespa sobe e cai de acordo com a Bolsa americana? São especuladores e seus falsos índices em S.Paulo. Ganham bilhões da noite para o dia e deixam a nação desnorteada. Nossos “economistas” diplomados em Harvard já aparecem aqui com a cabeça feita e empresários alienados se orgulham dos seus MBAs e por isso mesmo não conseguem equilibrar suas empresas.A Europa Unida sempre foi um espinho no pé do domínio ianque. É o maior parque científico-industrial-cultural do planeta e isso incomoda os “reis” de Nova Iorque. O Euro veio para ficar, como disse ontem o primeiro ministro da Espanha. Que as nações aprendam a gastar menos e produzir mais de forma sustentável. Os EUA são os maiores poluidores do mundo, junto com a China, Rússia, etc. Nós estamos fazendo os deveres de casa.

  12. 5

    gustavo

    Parece difícil culpar somente os governos. Bancos particulares ofereceram crédito fácil de olho na bancarrota dos pequenos na Europa. Eles sabem que “socialismo” e populismo levam à bancarrota. São esses bancos que a imprensa não divulga os nomes, que trabalham com Dólar, e que querem arruinar a Europa e abocanhar a previdência, a emissão de moeda e as riquezas minerais, turísticas e imobiliárias dos “falidos”.

  13. 4

    ENAX

    O euro tinha tudo para dar errado, pois nivela economias como a da Alemanha e a da Grecia, da Suécia e a da Irlanda, etc… Manter uma moeda forte com países socialistas gastadores, esbanjadores e perdulários, e que tudo fazem para agradar ao povo em detrimento da economia de seus países só podia dar nisso. O euro só poderia sobreviver em paz se todos os países do bloco rezassem na mesma bíblia da Alemanha, que tudo faz para ter controle fiscal e não cometendo as farras econômicas que só fizeram, ao longo do tempo, agravar suas contas e endividar seus bancos… Agora ou entregam o pescoço ao carrasco ou tiau euro…

  14. 3

    Marcos Pinto Basto

    Os yankees vêm criando numerosos problemas ao Euro que lhes subtraiu credibilidade, principalmente junto dos produtores de petróleo árabe. Invadiram o Iraque e a Líbia porque faziam suas transações de petróleo usando o Euro.
    Os agiotas internacionais trataram de irrigar Portugal, Espanha e a Grécia com vultuosos empréstimos que deram lugar a uma onda de escandalosa corrupção naqueles países e a uma dívida montruosa que afeta a econômia da C.E. , exatamente o que os filhos do tio Sam queriam. A madame Lagarde, além de feia, parece não ser europeia e quando fala, representa um dos grandes males da econômia mundial: o FMI !

  15. 2

    ronaldo rego

    E é claro, que os EUA e outras potências não gostam da união daqueles países, pois formam juntos, um grande espaço, científico-induistrial , cultural, sem par no mundo. Os ajustes e desajustes são normais em qualquer economia e o que aconteceu na Europa é consequência do desastre americano, da desvalorização do dólar e pressão da |China. Mas, já vemos sinais de recuperação. Dona Lagarde desgastada por suas declarações tendenciosas, poderá sair do FMI ou, pior, não ser levada em consideração. Ela pretende agradar às esquerdas xenófobas da França, hoje no poder. O que mostra sua incompetência política. Vamos ver se o FMI ajuda prá valer a Grécia. Ela está sempre super bronseada, onde será que consegue isso?

  16. 1

    ronaldo rego

    As declarações de Lagarde são irrespónsaveis vindas de alguém que preside o FMI – E conflitam com o que disse o primeiro ministro da Espanha, que o EURO veio para ficar e é irreversível. A cosntrução política e econômica da União Européia e depois de sua moeda única, durou decênios. A Europa só poderá sobreviver no futuro, contra os grande blocos, se estiver unida. E e

Os comentários estão encerrados.

Copyright 2017 - Todos os direitos reservados

%d blogueiros gostam disto: