Liga dos Campeões: quase um terço das partidas não teve competitividade, diz estudo

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 3 de abril de 2018 as 14:57, por: CdB

O Observatório de Futebol CIES analisou resultados de 29 competições europeias, 27 ligas domésticas mais a Liga dos Campeões e a Liga Europa

Por Redação, com Reuters – de Berna:

Quase um terço das partidas da temporada atual da Liga dos Campeões não teve competitividade, terminando com uma diferença de três gols ou mais, de acordo com um estudo de um instituto sediado na Suíça.

Lance do jogo no qual o Manchester City goleou o Basel por 4×0 na Liga dos Campeões

O Observatório de Futebol CIES analisou resultados de 29 competições europeias, 27 ligas domésticas mais a Liga dos Campeões e a Liga Europa— e descobriu que o número de jogos “muito desiguais” aumentou em 20 delas em relação à temporada anterior.

– Esta análise revela a tendência geral para um desequilíbrio competitivo no futebol europeu – disse.

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, disse que a falta de equilíbrio competitivo é o maior problema enfrentando pelo futebol entre os clubes europeus.

A Liga dos Campeões, que é seu carro-chefe, vem sendo cada vez mais dominada por um punhado de times de elite, enquanto os campeonatos nacionais se tornaram disputas de um só concorrente; vide a liga alemã, na qual o Bayern de Munique ruma para seu sexto título consecutivo.

O estudo do CIES disse que foi a Liga dos Campeões que teve a maior incidência de jogos que terminaram com uma diferença de três gols ou mais, 29,5%; ante 21 % no mesmo momento da última temporada.

Zidane

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, descartou qualquer conversa sobre comparações com a final da Liga dos Campeões do ano passado diante da Juventus; enquanto sua equipe se prepara para um reencontro na terça-feira contra a atual campeã italiana.

– Isso não tem nada a ver com o que aconteceu há dez meses – disse ele a repórteres depois de ter sido interpelado a fazer um paralelo com a partida; em que seu time venceu por 4 a 1 em Cardiff.

– O que aconteceu aconteceu, mas agora temos que pensar sobre este jogo e garantir que vamos jogar bem amanhã – afirmou ele, antes da partida de ida das quartas de final. “Não devemos pensar sobre isso ou outros jogos contra a Juventus porque isso não significa nada.”

O Real não tem realizado a melhor das temporadas; já que está em terceiro no Campeonato Espanhol e terminou atrás do Tottenham Hotspur na fase de grupos da Liga dos Campeões; mas mostrou; que ainda é uma força a ser vencida ao derrotar o Paris Saint-Germain nas oitavas de final da Champions.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *