Lula entra com processo milionário contra o ‘Véio da Havan’

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 30 de dezembro de 2019 as 12:56, por: CdB

A ação, que tem pedido de indenização por danos morais e tutela inibitória de R$ 100 mil, segundo revelou fonte próxima aos advogados do líder petista à reportagem do Correio do Brasil, decorre do fato do empresário bolsonarista ter patrocinado aviões para sobrevoar o litoral catarinense durante o verão com mensagens ofensivas ao ex-presidente.

 

Por Redação – de São Paulo

 

O Partido dos Trabalhadores entrou na justiça contra o dono das lojas Havan, Luciano Hang, ou ‘Véi da Havan’, como ficou conhecido o empresário, nas redes sociais. O processo é por calúnia e difamação.

Hang, conhecido nas redes sociais como 'Véio da Havan', está na lista de suspeitos de burlar a legislação eleitoral por impulsionar, ilegalmente, as redes sociais em favor de Bolsonaro
Hang, conhecido nas redes sociais como ‘Véio da Havan’, está na lista de suspeitos de burlar a legislação eleitoral por impulsionar, ilegalmente, as redes sociais em favor de Bolsonaro

A ação, que tem pedido de indenização por danos morais e tutela inibitória de R$ 100 mil, segundo revelou fonte próxima aos advogados do líder petista à reportagem do Correio do Brasil, decorre do fato do empresário bolsonarista ter patrocinado aviões para sobrevoar o litoral catarinense durante o verão com mensagens ofensivas ao ex-presidente.

A ação pede a proibição das mensagens pelas praias brasileiras e, simultaneamente, que o acusado seja responsabilizado pela iniciativa, visto que tais frases maculam diretamente a imagem e a honra do ex-presidente, com condenação de pagamento de indenização por danos morais.

‘Cachaceiro’

Em uma rede social, o ‘Véi da Havan’ afirmou que patrocinaria aviões para sobrevoar praias de Santa Catarina levando faixas com mensagens contra o petista. Na tarde de sábado, Hang publicou um vídeo em que uma aeronave mostra a frase “Lula cachaceiro devolve meu dinheiro”. A defesa de Lula pediu a imediata proibição das mensagens contra o ex-presidente.

“O povo brasileiro acordou e sentiu na pele o quanto perdeu votando errado. Acreditaram nas pessoas erradas, que só pensaram no poder e destruíram nosso país. Agora juntos vamos reconstruí-lo e transformar o Brasil num lugar de paz, harmonia, ordem e progresso”, acrescentou o empresário, na mensagem divulgada.

A petição dos advogados do petista foi encaminhada à 2ª Vara Cível de Navegantes, em Santa Catarina. No texto, alega que a circulação das frases contra Lula fere gravemente a imagem e a honra do ex-presidente.

“Com sua conduta, (Hang) desbordou injustamente do direito ao antagonismo político e livre opinião, ofendendo até mesmo qualquer senso de civilidade no debate político em plena ebulição no País”, afirmaram os advogados.

‘Dá o play

Entre as frases sugeridas ao empresário por seus seguidores, estavam “Lula na cadeia, eu com o pé na areia”; “Melhor que o verão, é o Lula na prisão” e “Lula enjaulado é o Brasil acordado”. No sábado, o empresário divulgou um vídeo que mostra uma aeronave carregando uma faixa com a frase “Lula cachaceiro devolve meu dinheiro”.

“Tenho ou não tenho os seguidores mais criativos do Brasil? Durante o verão, vou patrocinar um avião que vai passar com mensagens patriotas pelo litoral de (SC). Pedi aos internautas que me ajudassem com sugestões de frases. Dá o play no vídeo e veja algumas que apareceram”, sugere Hang.

O CdB buscou a assessoria de imprensa da Havan mas, até o fechamento dessa matéria, não obteve retorno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *