Mercado Central de Belo Horizonte atrai turistas para Minas Gerais

Arquivado em: Destaque do Dia, Últimas Notícias, Viagens
Publicado quarta-feira, 12 de dezembro de 2018 as 12:46, por: CdB

Com mais de 400 lojas, o espaço oferece uma enorme variedade de comidas típicas do estado, como queijos artesanais, carnes e até cachaças.

Por Celso Martins

Sabores, cheiros, muitas cores e pessoas que adoram uma roda de conversas! As características mais marcantes da cultura mineira estão todas reunidas no mercado mais tradicional de Belo Horizonte. Há mais de oitenta anos, o Mercado Central é parada obrigatória para quem vem de fora e também é ponto de encontro para quem vive na cidade.

Com mais de 400 lojas, o Mercado Central oferece uma enorme variedade de comidas típicas do estado, como queijos artesanais, carnes e até cachaças. Há vários bares e restaurantes dentro do próprio mercado, ideais para quem gosta de uma boa comida na chapa e cerveja gelada! Além do turismo gastronômico, o mercado também oferece lojas de decoração, de produtos para animais de estimação.

Jovem cidade

Além de tudo, o mercado mais querido dos mineiros é um espaço democrático e com acesso para todos! Pensando em ter suas portas abertas para todo o público, incluindo aqueles que podem ter alguma dificuldade de mobilidade, o Mercado Central conta com vários elevadores e rampas de acesso. O espaço também disponibiliza cadeiras de rodas e tem profissionais treinados para atendimentos especializados.

O Mercado também participa do projeto Consumidor do Futuro, atendendo escolas regulares e especiais. O projeto garante que crianças e jovens portadores de necessidades especiais também possam vir ao Mercado para descobrir as cores, os cheiros e os sabores diversificados. Sempre que precisar de ajuda, basta procurar por um dos seguranças. Eles são orientados a auxiliar todos clientes em todos os casos, da melhor maneira possível.

E a tradição não vem de hoje: o Mercado nasceu quando Belo Horizonte tinha apenas 31 anos de idade. O até então prefeito, e empreendedor, Cristiano Machado, resolveu reunir, em um só local, produtos destinados ao abastecimento dos habitantes da jovem cidade. No dia 7 de setembro de 1929 ele foi inaugurado, reunindo feiras que já existiam em vários pontos da cidade.

Até então denominado Mercado Municipal, o empreendimento tinha uma atividade intensa, mas passou por altos e baixos. O estabelecimento funcionou até 1964, quando o prefeito da época, Jorge Carone, resolveu vender o terreno. Para impedir o fechamento do Mercado, os comerciantes se organizaram, criaram uma cooperativa e compraram o imóvel da prefeitura.

Com a ajuda dos irmãos Osvaldo, Vicente e Milton de Araújo, que decidiram acreditar no empreendimento e investiram no projeto, a reinauguração do Mercado foi possível. Assim, bastante organizado e com muita participação dos comerciantes, o Mercado ampliou cada vez mais seus negócios e se transformou em um núcleo não só de produtos alimentícios, mas também de artesanato e de comidas típicas.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
DE FIM DE ANO:

20/12 – Quinta-feira – 07h às 19h.
21/12 – Sexta-feira – 07h às 19h.
22/12 – Sábado – 07h às 18h.
23/12 – Domingo – 07h às 15h.
30/12 – Domingo – 07 às 14h.

ENDEREÇO:

Avenida Augusto de Lima, 744
Centro – Belo Horizonte.

POSTO DE INFORMAÇÕES TURÍSTICAS:

Tel: 31 3277.4691
[email protected]

SITE DO MERCADO CENTRAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *