México apela a lado ‘anti-establishment’ de Trump e busca reformulação do Nafta

Arquivado em: América do Norte, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 23 de julho de 2018 as 14:20, por: CdB

A carta foi entregue durante uma reunião recente com autoridades norte-americanas de alto escalão no México, e detalhes foram revelados assim que Trump a recebeu

Por Redação, com Reuters – da Cidade do México:

O presidente eleito do México, Andrés Manuel López Obrador, enviou uma carta ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pedindo uma conclusão rápida das negociações sobre o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) e dando a entender que os dois líderes podem trabalhar bem devido ao seu estilo anti-establishment, disseram autoridades mexicanas no domingo.

Presidente eleito do México, Andrés Manuel López Obrador, durante entrevista coletiva na Cidade do México

A carta foi entregue durante uma reunião recente com autoridades norte-americanas de alto escalão no México, e detalhes foram revelados assim que Trump a recebeu, disse López Obrador, político de esquerda que venceu a eleição presidencial mexicana de 1º de julho com ampla vantagem.

Marcelo Ebrard, indicado do presidente eleito a ministro de Relações Exteriores, leu uma cópia da carta em uma coletiva de imprensa com López Obrador segundo a qual o objetivo do novo governo será “iniciar um novo capítulo no relacionamento entre o México e os Estados Unidos, baseado no respeito mútuo”.

Trump tem se referido ao México com palavras duras no tocante ao comércio e à imigração desde que tomou posse.

Apesar de suas visões políticas contrastantes, López Obrador se mostrou otimista em relação ao seu relacionamento de trabalho com Trump.

Eleitores

– Fico encorajado pelo fato de que nós dois sabemos fazer o que dizemos, e nós dois enfrentamos a adversidade com sucesso – escreveu López Obrador. “Conseguimos colocar nossos eleitores e cidadãos no centro e deslocar o establishment.”

López Obrador, que toma posse em 1º de dezembro, também pediu que os dois países redobrem seus esforços para encerrar as conversas para modernizar o Nafta de 25 anos entre EUA, México e Canadá.

– Prolongar a incerteza pode frear o investimento no médio e longo prazo, o que certamente dificultaria o crescimento econômico – escreveu López Obrador na carta.

As tratativas para reformar o Nafta começaram quase um ano atrás, depois que Trump pediu que o acordo seja reformulado para servir melhor aos interesses dos EUA.

As negociações, que na prática travaram por causa das ressalvas mexicanas e canadenses para acomodar as exigências norte-americanas de grandes mudanças, serão retomadas em Washington na quinta-feira.

Jesús Seade, ex-economista da Organização Mundial do Comércio (OMC), acompanhará a delegação mexicana como representante de López Obrador, disse Ebrard.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *