Nova Zelândia: atirador tinha intenção de continuar ataques quando foi preso

Arquivado em: Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 16 de março de 2019 as 11:32, por: CdB

O suspeito, identificado como Brenton Harrison Tarrant, um cidadão australiano de 28 anos, foi acusado de homicídio, embora Ardern tenha acrescentado que outras acusações são prováveis.

Por Redação, com Reuters – de Christchurch, Nova Zelândia

O principal suspeito do pior tiroteio em massa da história da Nova Zelândia pretendia continuar com a violência antes de ser pego pela polícia, disse a primeira-ministra Jacinda Ardern neste sábado.

Atirador na Nova Zelândia tinha intenção de continuar ataques quando foi preso

– O atirador podia se locomover, havia duas outras armas de fogo no veículo em que o infrator estava, e era absolutamente sua intenção continuar com seu ataque – disse Ardern a repórteres em Christchurch.

O suspeito, identificado como Brenton Harrison Tarrant, um cidadão australiano de 28 anos, foi acusado de homicídio, embora Ardern tenha acrescentado que outras acusações são prováveis.

– Não tenho o privilégio de ter um ‘breakdown’ neste momento, mas está claro que as crianças pequenas foram apanhadas neste ataque horrível – disse ela em relação às vítimas do ataque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *