Olympique de Marseille oferece estádio para vacinação 

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 6 de janeiro de 2021 as 13:06, por: CdB

A França acelerou a vacinação de equipes médicas em hospitais, após um início lento do programa em um dos países mais céticos quanto à vacinação, aplicando apenas 516 injeções contra a covid-19 durante a primeira semana de uma campanha que teve como foco moradores de asilos.

Por Redação, com Reuters – de Paris/Londres

O Olympique de Marseille afirmou nesta quarta-feira que disponibilizou seu Stade Vélodrome às autoridades de saúde francesas para vacinação contra o novo coronavírus (covid-19).

Iniciativa ocorre após a França registrar lentidão na imunização
Iniciativa ocorre após a França registrar lentidão na imunização

“O clube está se oferecendo para disponibilizar à Autoridade Regional de Saúde instalações dentro do Orange Vélodrome para facilitar a organização da campanha de vacinação”, disse o Olympique em um comunicado.

A França acelerou a vacinação de equipes médicas em hospitais na segunda-feira, após um início lento do programa em um dos países mais céticos quanto à vacinação, aplicando apenas 516 injeções contra a covid-19 durante a primeira semana de uma campanha que teve como foco moradores de asilos.

Premier League registra 40 novos casos

A Premier League informou na terça-feira que um total de 40 indivíduos testaram positivo para covid-19, o maior número de casos em uma semana nesta temporada, em duas rodadas de testes conduzidas na semana passada.

Desde o início da nova temporada, 171 pessoas na principal divisão do futebol inglês tiveram resultados positivos para o novo coronavírus em 19 rodadas de testes.

A liga, que agora realiza testes duas vezes por semana, não revelou o nome das pessoas com resultado positivo, mas disse que elas se isolarão por 10 dias.

“A Premier League… hoje pode confirmar que entre 28  e 31 de dezembro, 1.311 jogadores e funcionários de clubes foram testados para covid-19. Destes, houve 28 novos testes positivos”, afirmou a liga em um comunicado.

“Entre sexta-feira, 1 de janeiro, e domingo, 3 de janeiro, 984 jogadores e funcionários de clubes foram testados para covid-19 e, destes, houve 12 novos resultados positivos.”

Na semana passada, os jogos do Fulham contra Burnley e Tottenham Hotspur foram adiados devido a um surto de covid-19 no clube do oeste de Londres, e a partida do Manchester City diante do Everton também foi adiada por novos casos da doença no clube de Etihad.

O Reino Unido registrou mais de 2,7 milhões de casos confirmados de covid-19 e já teve mais de 75 mil mortes, de acordo com contagem da agência inglesa de notícias Reuters.

O primeiro-ministro Boris Johnson anunciou um novo lockdown na segunda-feira devido ao aumento de infecções no país causado por uma nova variante do vírus, mas a Premier League terá permissão para continuar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *