Operação policial deixa mortos em comunidade do Rio

Arquivado em: Manchete, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 3 de maio de 2019 as 11:18, por: CdB

A Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) foi inaugurada no morro do Borel em junho de 2010.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Uma operação da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) no morro do Borel, na Tijuca, na Zona Norte do Rio de Janeiro, deixou nesta sexta-feira pelo menos quatro mortos. Segundo a Polícia Militar (PM), a operação ainda está em andamento.

Operação policial deixa quatro mortos em favela do Rio

A PM não informou, no entanto, as circunstâncias nem a identidade dos mortos. De acordo com policiais militares, foram apreendidos durante a ação um fuzil e quatro pistolas.

A Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) foi inaugurada no morro do Borel em junho de 2010.

Estudante é baleada

Uma estudante foi baleada a caminho da escola, na manhã de quinta-feira, no Complexo do Chapadão, Zona Norte do Rio de Janeiro. Ela foi atingida durante um tiroteio que ocorria entre homens da Polícia Militar (PM) e criminosos.

Segundo a assessoria da PM, integrantes do 41º Batalhão de Polícia Militar (Irajá) faziam uma operação no Chapadão, quando foram recebidos a tiros e houve confronto. “O batalhão foi informado que uma adolescente ferida por disparo de arma de fogo deu entrada na Clínica da Família Manoel Fernandes de Araújo, na Pavuna”, informou a PM em nota.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, a estudante é aluna da Escola Municipal Levy Miranda, e a direção da escola, ao ser informada do incidente, dirigiu-se imediatamente ao local para encaminhar a adolescente à clínica da família mais próxima.

– A aluna, acompanhada da irmã mais velha, foi transferida para o Hospital Salgado Filho. A direção da unidade e o coordenador da 6ª Coordenadoria Regional de Educação, responsável pelas unidades escolares da região, foram ao hospital – informou a Secretaria de Educação em nota.

O estado de saúde da estudante, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, é considerado estável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *